14.2 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

Hoje, É O Dia Internacional Das Línguas Gestuais

O Dia Internacional das Línguas Gestuais foi celebrado pela primeira vez em 2018 como parte da Semana Internacional dos Surdos.

Hoje, É O Dia Internacional Das Línguas Gestuais.

O Dia Internacional das Línguas Gestuais celebra-se anualmente a 23 de Setembro. Procura apoiar e proteger a identidade linguística e a diversidade cultural de todos os surdos, assim como de outros utilizadores de linguagem gestual.

Pretende-se, com esta data, colocar as línguas gestual que possuem léxicos próprios no patamar de relevância das línguas faladas. Este dia promove, também, a aprendizagem das línguas gestuais e a identidade da comunidade surda no contexto da diversidade linguística e cultural.

A introdução precoce a uma educação inclusiva da linguagem gestual é essencial para a sua participação plena e efetiva, conforme estabelecido pela Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência.

A linguagem gestual é um meio crucial para um indivíduo se expressar, relacionar-se com os outros e participar em todos os aspetos da esfera económica, social, cultural e política. A sua utilização é também fundamental para garantir o acesso à informação e aos serviços, inclusive em situações de emergência.

Este Dia Internacional reconhece a importância da linguagem gestual para alcançar os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável e a sua promessa fundamental de não deixar ninguém para trás. Este Dia foi proclamado na Resolução 72/161, adotada na Assembleia Geral da ONU de 19 de Dezembro de 2017.

 

As Línguas Gestuais

Nos últimos tempos, tornou-se comum a presença de intérpretes de Língua Gestual em conferências de imprensa políticas, situações de calamidade e até mesmo em programas de televisão, onde traduzem os discursos para a Língua Gestual.

Nas escolas, também nos habituámos a ver alunos com deficiência auditiva total ou parcial, assim como professores, a comunicarem através da Língua Gestual. Estas situações trouxeram uma nova língua para o nosso quotidiano, uma língua que se expressa através de gestos e expressões faciais, possuindo a sua própria gramática e vocabulário.

Reconhecemos que a Língua Gestual desempenha um papel fundamental na inclusão, não apenas nas escolas, mas também na sociedade em geral. Por essa razão, é importante considerar a inclusão da Língua Gestual nos cursos de formação de professores, preparando assim futuros educadores para comunicar eficazmente com alunos com deficiência auditiva.

Mas afinal, o que é a Língua Gestual e como ela surgiu? A Língua Gestual é uma língua natural completa, com a sua própria gramática e vocabulário, que utiliza gestos e expressões faciais para comunicar ideias e informações.

Ela não é universal; cada país possui a sua própria Língua Gestual, como a Língua Gestual Portuguesa que é específica de Portugal, apesar de também ser usada na CPLP com algumas variações.

O aparecimento da Língua Gestual está relacionado com a comunicação entre pessoas surdas ao longo da história. Elas desenvolveram formas gestuais de comunicar entre si, criando uma linguagem visual que evoluiu ao longo do tempo. No entanto, a Língua Gestual só começou a ser reconhecida e estudada de forma sistemática nos últimos séculos.

O reconhecimento da importância da Língua Gestual na inclusão e comunicação das pessoas surdas levou ao esforço de preservar e promover essa língua. Hoje, a Língua Gestual é valorizada como um meio vital de comunicação e é parte essencial da identidade linguística e cultural das comunidades surdas em todo o mundo e a criação do Dia Internacional das Línguas Gestuais, veio ajudar imenso.

 

A Língua Gestual Portuguesa

Please accept YouTube cookies to play this video. By accepting you will be accessing content from YouTube, a service provided by an external third party.

If you accept this notice, your choice will be saved and the page will refresh.

———————————————————————————————

Aceite os cookies do YouTube para reproduzir este vídeo. Ao aceitar, estará a aceder ao conteúdo do YouTube, um serviço fornecido por terceiros.

Se aceitar, a sua escolha será salva e a página será atualizada.

YouTube privacy policy

 

A Língua Gestual Portuguesa é uma das três línguas oficiais de Portugal, reconhecida na Constituição Portuguesa da República em 1997. Além de Portugal, é utilizada em outros países da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), embora com algumas variações regionais.

Cada país da CPLP possui a sua própria língua gestual, baseada na LGP, mas com influências das línguas gestuais locais e culturas específicas. Essas línguas gestuais podem variar em termos de vocabulário, gramática e expressões faciais, refletindo as características únicas de cada região.

Portanto, enquanto a LGP é a língua gestual predominante em Portugal, outras línguas gestuais relacionadas são utilizadas em países de língua portuguesa, como o Brasil (Língua Brasileira de Sinais – LIBRAS), Angola, Moçambique, Cabo Verde, Guiné-Bissau, São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Cada uma dessas línguas gestuais tem as suas próprias variações e particularidades permitindo a comunicação eficaz entre as comunidades surdas e as pessoas que utilizam essas línguas em diferentes regiões da CPLP.

 

As Línguas Gestuais Unem-Nos!

O Dia Internacional das Línguas Gestuais é uma oportunidade única para apoiar e proteger a identidade linguística e a diversidade cultural de todas as pessoas surdas e outros utilizadores de línguas gestuais. Durante a celebração de 2023 do Dia Internacional das Línguas Gestuais, o mundo mais uma vez destacará a unidade gerada pelas nossas línguas gestuais.

Comunidades surdas, governos e organizações da sociedade civil mantêm os seus esforços coletivos – de mãos dadas – na promoção, divulgação e reconhecimento das línguas gestuais nacionais como parte das vibrantes e diversas paisagens linguísticas dos seus países.

Segundo a Federação Mundial dos Surdos, existem mais de 70 milhões de pessoas surdas em todo o mundo, sendo que mais de 80% delas vivem em países em desenvolvimento. Coletivamente, utilizam mais de 300 línguas gestuais diferentes.

As línguas gestuais são línguas naturais completas, estruturalmente distintas das línguas faladas. Existe também uma língua gestual internacional, utilizada por pessoas surdas em reuniões internacionais e informalmente durante viagens e convívio social. É considerada uma forma pidgin de língua gestual, menos complexa do que as línguas gestuais naturais e com um léxico limitado.

 

O Reconhecimento Internacional

Imagem © 2023 DR (20230923) Hoje, É O Dia Internacional Das Línguas GestuaisA Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência reconhece e promove o uso de línguas gestuais. Deixa claro que as línguas gestuais têm o mesmo estatuto das línguas faladas e obriga os Estados a facilitar a aprendizagem da língua gestual e a promover a identidade linguística da comunidade surda.

A Assembleia Geral das Nações Unidas proclamou o 23 de Setembro como o Dia Internacional das Línguas Gestuais, com o objetivo de sensibilizar para a importância da língua gestual na plena realização dos direitos humanos das pessoas surdas.

A resolução que estabelece este dia reconhece que o acesso precoce à língua gestual e aos serviços em língua gestual, incluindo a educação de qualidade disponível em língua gestual, é vital para o crescimento e desenvolvimento das pessoas surdas e fundamental para alcançar os objetivos de desenvolvimento acordados internacionalmente.

Enfatiza também o princípio “nada sobre nós, sem nós” no que diz respeito ao trabalho com as comunidades surdas.

 

O Tema do Dia Internacional Das Línguas Gestuais

O tema do Dia Internacional Das Línguas Gestuais de 2023 é “Um Mundo Onde as Pessoas Surdas em Qualquer Lugar Podem Sinalizar em Qualquer Lugar!” Um mundo onde as pessoas surdas são vistas como parte da diversidade natural da humanidade e, as línguas gestuais nacionais, são celebradas e utilizadas em todos os lugares como parte das sociedades nacionais.

Neste dia, esforços coletivos das comunidades surdas, governos e representantes da sociedade civil são feitos para garantir que as suas crianças e jovens conheçam as suas línguas gestuais nacionais, como um passo em direção à construção de sociedades onde as pessoas surdas em qualquer lugar possam sinalizar em qualquer lugar.

 

Contexto do Dia Internacional das Línguas Gestuais

A proposta para a criação do Dia Internacional das Línguas Gestuais, partiu da Federação Mundial dos Surdos (WFD), uma federação de 135 associações nacionais de pessoas surdas, representando aproximadamente 70 milhões de pessoas surdas em todo o mundo.

A resolução, A/RES/72/161 foi patrocinada pela Missão Permanente de Antígua e Barbuda junto das Nações Unidas, co-patrocinada por 97 Estados Membros das Nações Unidas e adotada por consenso em 19 de Dezembro de 2017.

A escolha do dia 23 de Setembro, é uma homenagem à data da fundação da WFD em 1951. Este dia assinala o nascimento de uma organização de defesa que tem como um dos seus principais objetivos a preservação das línguas gestuais e da cultura surda como requisitos para a realização dos direitos humanos das pessoas surdas.

O Dia Internacional das Línguas Gestuais foi celebrado pela primeira vez em 2018 como parte da Semana Internacional dos Surdos.

A Semana Internacional dos Surdos foi celebrada pela primeira vez em setembro de 1958 e desde então evoluiu para um movimento global de unidade surda e defesa concertada para sensibilizar para os problemas que as pessoas surdas enfrentam no seu dia a dia.

 

Estratégia de Inclusão de Deficiência da ONU

Please accept YouTube cookies to play this video. By accepting you will be accessing content from YouTube, a service provided by an external third party.

If you accept this notice, your choice will be saved and the page will refresh.

———————————————————————————————

Aceite os cookies do YouTube para reproduzir este vídeo. Ao aceitar, estará a aceder ao conteúdo do YouTube, um serviço fornecido por terceiros.

Se aceitar, a sua escolha será salva e a página será atualizada.

YouTube privacy policy

 

A Estratégia de Inclusão de Deficiência das Nações Unidas fornece a base para o progresso sustentável e transformador na inclusão de pessoas com deficiência em todos os pilares do trabalho das Nações Unidas: paz e segurança, direitos humanos e desenvolvimento.

A Estratégia permite que o sistema das Nações Unidas apoie a implementação da Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência e de outros instrumentos internacionais de direitos humanos, bem como a realização dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável.

 

Porque celebramos Dias Internacionais?

Os dias e semanas internacionais são ocasiões para educar o público sobre questões de preocupação, mobilizar a vontade política e os recursos para enfrentar problemas globais e celebrar e reforçar as conquistas da humanidade.

A existência de dias internacionais antecede o estabelecimento das Nações Unidas, mas a ONU abraçou-os como uma poderosa ferramenta de defesa. Também celebramos outras observâncias da ONU.

 

Conclusão

O Dia Internacional das Línguas Gestuais é uma ocasião de celebração e reflexão sobre a importância das línguas gestuais na promoção dos direitos humanos das pessoas surdas em todo o mundo.

Este dia destaca a unidade que as línguas gestuais geram, reunindo comunidades surdas, governos e organizações da sociedade civil em esforços conjuntos para apoiar e proteger a diversidade cultural e a identidade linguística das pessoas surdas.

Com mais de 70 milhões de pessoas surdas em todo o mundo, a necessidade de reconhecer e promover as línguas gestuais é crucial. A Convenção sobre os Direitos das Pessoas com Deficiência reconhece o estatuto igual das línguas gestuais em relação às línguas faladas, enfatizando a importância de facilitar o acesso à língua gestual e à educação de qualidade em língua gestual.

 

O que achas deste Dia Internacional Das Línguas Gestuais? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

21 De Setembro É O Dia Internacional Da Paz

Dia Internacional da Democracia, 15 de Setembro

8 De Setembro: Dia Internacional Da Alfabetização

31 De Agosto É O Dia Dos Afrodescendentes

29 de Agosto: Dia Internacional contra os Testes Nucleares

23 de Agosto: Dia Internacional em Memória do Tráfico de Escravos e da sua Abolição

20 De Julho É O Dia Mundial Do Xadrez

Dia Internacional Nelson Mandela: Honrar As Ideias De Um Grande Líder

O Dia Internacional Da Ioga É No Solstício

Dia Mundial de Combate à Desertificação e à Seca

1 de Junho. Dia das Crianças do Leite e dos Pais

25 de Maio não é Dia de África é Dia do Mundo

22 de Maio: Dia Internacional da Diversidade Biológica

17 de Maio: Dia Mundial das Telecomunicações e da Sociedade da Informação, mas não só

O Dia Internacional da Luz e a celebração da vida

3 de Maio: Dia Mundial da Liberdade de Imprensa

30 de Abril é o Dia Internacional do Jazz

28 de Abril: Dia Mundial da Segurança e Saúde no Trabalho

24 de Abril: Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela Paz

1 de Abril o Dia das Mentiras morreu?

27 de Março é o dia Mundial do Teatro

23 de Março: Dia da Libertação da África Austral

O clima extremo do Dia Mundial da Meteorologia

Dia Mundial da Água celebra-se a 22 de Março

21 de Março: O dia do ano com mais efemérides

20 de Março é o Dia Internacional da Felicidade

19 de Março é Dia do Pai e Dia Mundial do Artesão

A verdadeira história do dia 8 de Março

14 de Fevereiro, não é só o Dia dos Namorados

14 de Fevereiro. Dia dos Namorados. Porquê?

13 de Fevereiro é o Dia Mundial do rádio

11 de Fevereiro é o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência

O Dia de África já tem 50 anos

Imagem: © 2023 DR
Francisco Lopes-Santos
Francisco Lopes-Santos

Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.

Francisco Lopes-Santoshttp://xesko.webs.com
Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.
Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com