13 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

24 de Abril: Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela Paz

O multilateralismo baseia-se em princípios fundamentais como consulta, inclusão e solidariedade, o seu funcionamento é determinado por regras desenvolvidas coletivamente que garantem cooperação sustentável e eficaz.

24 de Abril: Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela Paz.

No mundo globalizado e interligado em que vivemos, o multilateralismo e a diplomacia desempenham um papel fundamental na promoção da paz, segurança e cooperação entre as nações.

O Dia Internacional do Multilateralismo e Diplomacia pela Paz, comemorado a 24 de Abril, é uma ocasião importante para lembrar a importância dos princípios fundamentais do multilateralismo e o papel central das Nações Unidas na manutenção da paz e segurança internacionais.

O Dia é também uma oportunidade, para refletir sobre os sucessos e desafios do multilateralismo. É uma ocasião para reforçar o compromisso dos países com a cooperação e a busca pela paz, mesmo diante de tensões e desafios crescentes. Ao celebrar este dia, reconhecemos a importância da colaboração e do diálogo na resolução de conflitos e na construção de um mundo mais justo e seguro.

 

O conceito de multilateralismo

Imagem © DR (202304024) 24 de Abril Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela PazO multilateralismo é uma abordagem na qual os países trabalham juntos para resolver desafios e conflitos globais através de instituições internacionais e cooperação. Esse conceito defende a ideia de que, ao unir forças, os países podem atingir melhores resultados do que se agissem individualmente.

Dessa forma, o multilateralismo promove a paz, o desenvolvimento sustentável e os direitos humanos, contribuindo para um mundo mais estável e próspero. A diplomacia é uma ferramenta fundamental para o sucesso do multilateralismo, permitindo a comunicação e negociação entre os países em busca de soluções pacíficas para as tensões internacionais.

Nesse contexto, as Nações Unidas têm um papel central na promoção da diplomacia e do multilateralismo, atuando como um fórum onde os países podem se reunir e debater questões globais, colaborar e tomar decisões conjuntas. O multilateralismo é muitas vezes definido em contraste com o bilateralismo e o unilateralismo. De modo estrito, refere-se a uma forma de cooperação entre pelo menos três Estados.

Entretanto, essa definição “quantitativa” não é suficiente para captar a essência do multilateralismo. Na verdade, não se trata apenas de uma prática ou de uma questão do número de atores envolvidos, mas sim de aderir a um projeto político comum baseado no respeito a um sistema compartilhado de normas e valores.

O multilateralismo baseia-se em princípios fundamentais como consulta, inclusão e solidariedade, o seu funcionamento é determinado por regras desenvolvidas coletivamente que garantem cooperação sustentável e eficaz.

 

As Nações Unidas e o multilateralismo

Imagem © 1920 Biblioteca do Congresso, EUA (202304024) 24 de Abril Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela Paz
1920 The League of Nations Ass’n, 729 14th Street [Washington, D.C.] (Fonte: Biblioteca do Congresso, EUA)

O multilateralismo está no DNA das Nações Unidas, que se tornou o principal exemplo de um quadro multilateral ao longo de mais de 75 anos. A Carta das Nações Unidas estabelece a estrutura, missão e funcionamento da Organização, além de ser um dos pilares do sistema internacional em que vivemos hoje.

A ONU serve aos Estados-Membros para alcançar acordos e tomar decisões coletivas, estabelecendo que a Organização é um “centro para harmonizar as ações das nações na busca desses objetivos comuns”, como a promoção da paz, dignidade humana, prosperidade e defesa dos direitos humanos e do Estado de Direito.

As Nações Unidas foram fundadas em 1945, após a devastação da Segunda Guerra Mundial, com a missão central de manter a paz e a segurança internacionais. A Carta das Nações Unidas estabelece que um dos propósitos e princípios da ONU é o compromisso de resolver disputas por meios pacíficos e proteger as gerações futuras do flagelo da guerra.

A diplomacia preventiva tem sido fundamental para apoiar os esforços das Nações Unidas na resolução pacífica de disputas.

 

A Diplomacia Preventiva

Imagem © DR (202304024) 24 de Abril Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela PazA Carta da ONU exige que os países com disputas que possam “pôr em perigo a manutenção da paz e da segurança internacionais” tentem, antes de tudo, “buscar soluções por meios pacíficos”, como negociação, inquérito, mediação, conciliação, arbitragem, solução judicial, recurso a agências ou arranjos regionais, ou outros meios pacíficos de sua própria escolha.

A diplomacia preventiva é uma ferramenta essencial para evitar conflitos e manter a paz. Ela envolve o uso de medidas diplomáticas e políticas para aliviar tensões e resolver disputas antes que elas se transformem em conflitos armados. Ao empregar diplomacia preventiva, a ONU busca identificar e abordar as causas subjacentes das tensões e conflitos, promovendo a resolução pacífica de disputas e a estabilidade a longo prazo.

Ao longo dos anos, o quadro multilateral expandiu-se tanto horizontalmente, com o aumento do número de Estados-Membros, quanto verticalmente, com a inclusão de novos atores, como organizações não governamentais (ONGs), atores privados e outras organizações internacionais.

Hoje, mais de 1.000 ONGs e organizações internacionais têm status de observador nas Nações Unidas, desempenhando um papel importante no apoio aos esforços multilaterais.

 

Conquistas do Multilateralismo

Imagem © 2015 Logan Abassi (202304024) 24 de Abril Dia Internacional do Multilateralismo e da Diplomacia pela Paz
Imagem: © 2015 Logan Abassi

O multilateralismo alcançou resultados tangíveis que levaram a avanços significativos em várias áreas, como a erradicação da varíola no setor da saúde, a celebração de importantes acordos internacionais para limitar o controle de armas e promover e fortalecer os direitos humanos. A cooperação internacional no âmbito multilateral das Nações Unidas salva-vidas todos os dias.

Além disso, esta data lembra-nos que a solidariedade e a cooperação entre nações são essenciais para enfrentar problemas globais como mudanças climáticas, desigualdades, pobreza e pandemias. Juntos, os países podem compartilhar recursos, conhecimentos e experiências para enfrentar esses desafios de forma eficaz e sustentável.

 

Conclusão

O Dia Internacional do Multilateralismo e Diplomacia pela Paz é uma oportunidade valiosa para refletir sobre a importância da cooperação entre as nações e a necessidade de soluções conjuntas para os desafios globais.

Ao celebrar este dia, reafirmamos nosso compromisso com os princípios do multilateralismo e reconhecemos o papel crucial das Nações Unidas na promoção da paz, segurança e desenvolvimento sustentável. Juntos, podemos fortalecer a cooperação internacional e construir um futuro mais pacífico e próspero para todos.

Este dia destaca a importância da cooperação e do diálogo entre as nações na busca pela paz e segurança internacionais. Ao celebrar este dia, reafirmamos o nosso compromisso com os princípios do multilateralismo e a importância do papel central das Nações Unidas na manutenção da paz e segurança no mundo.

 

O que achas deste dia? Já tinhas ouvido falar em Multilateralismo? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

1 de Abril o Dia das Mentiras morreu?

27 de Março é o dia Mundial do Teatro

23 de Março: Dia da Libertação da África Austral

O clima extremo do Dia Mundial da Meteorologia

Dia Mundial da Água celebra-se a 22 de Março

21 de Março: O dia do ano com mais efemérides

20 de Março é o Dia Internacional da Felicidade

19 de Março é Dia do Pai e Dia Mundial do Artesão

A verdadeira história do dia 8 de Março

14 de Fevereiro, não é só o Dia dos Namorados

14 de Fevereiro. Dia dos Namorados. Porquê?

13 de Fevereiro é o Dia Mundial do rádio

11 de Fevereiro é o Dia Internacional das Mulheres e Raparigas na Ciência

O Dia de África já tem 50 anos

Imagem: © ONU
Francisco Lopes-Santos
Francisco Lopes-Santos

Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.

Francisco Lopes-Santoshttp://xesko.webs.com
Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.
Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com