14.5 C
Londres
Sábado, Junho 22, 2024

Assinado Acordo Para Criar Banco Africano De Energia

“Durante demasiado tempo, a indústria africana do petróleo e do gás esteve dependente de financiamento de fora de África".

Assinado Acordo Para Criar Banco Africano De Energia


Foi assinado hoje, no Egipto, um acordo para a criação do Banco Africano de Energia (AEB), pela Organização Africana de Produtores de Petróleo (APPO) e pelo Banco Africano de Importação-Exportação (Afreximbank), declarando-o aberto à assinatura de potenciais Estados membros.

 

A assinatura do Acordo


A assinatura histórica do acordo de estabelecimento e da carta do Banco Africano de Energia foi realizada entre o presidente do Afreximbank, Benedict Oramah, que é também membro do Conselho de Administração deste novo banco, e o secretário-geral da APPO, Omar Farouk Ibrahim.

“É uma grande honra testemunhar a criação do Banco Africano de Energia”.

“Este momento marca um passo importante na marcha do nosso continente em direção à independência energética e ao desenvolvimento sustentável”.

Afirmou, em comunicado, o ministro do Petróleo e dos Recursos Minerais do Egito, Tarek El Molla, que presidiu ao evento.

Por seu turno, o presidente do Afreximbank referiu que “nestes tempos difíceis”, é preciso “encontrar o equilíbrio certo entre os imperativos da mitigação das alterações climáticas e a urgência de evitar convulsões sociais resultantes de condições económicas e financeiras cada vez mais difíceis em África.”

Reiterando que este novo banco é a resposta de África ao desafio financeiro iminente que a mudança de paradigma global dos combustíveis fósseis para as energias renováveis coloca à indústria do petróleo e do gás em África, o secretário-geral da APPO referiu que:

“Durante demasiado tempo, a indústria africana do petróleo e do gás esteve dependente de financiamento de fora de África“.

Para Omar Farouk Ibrahim;

“África não se pode dar ao luxo de abandonar o petróleo e o gás à pressa, enquanto a maioria da sua população vive sem acesso à energia.”

Segundo o comunicado, a cerimónia de assinatura marca o fim de dois anos de negociações e preparativos pelas duas partes, que assinaram um memorando de entendimento em maio de 2022 para a criação do Banco Africano de Energia.

O Banco Africano de Energia foi estruturado como um banco independente e supranacional de desenvolvimento energético pan-africano, com um capital inicial de 5 mil milhões de dólares.

 

O Afreximbank


O Afreximbank é uma instituição financeira multilateral pan-africana, criada sob os auspícios do Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) e financiador dos Governos africanos e empresas privadas no apoio ao comércio interafricano.

A instituição lançou, em 2023, na reunião anual realizada em Acra, o Sistema Pan-Africano de Pagamentos e Liquidação (PAPSS, na sigla em inglês), que foi adotado pela União Africana (UA) como a plataforma de pagamento e liquidação para apoiar a criação da Zona de Comércio Livre Continental Africana (AfCFTA, na sigla em inglês).

 

A Organização Africana de Produtores de Petróleo


A Organização Africana de Produtores de Petróleo (antiga Associação Africana de Produtores de Petróleo, APPA) foi fundada em 27 de janeiro de 1987 em Lagos, Nigéria, por oito países africanos produtores de petróleo e gás: Argélia, Angola, Camarões, Congo, Egipto, Gabão, Líbia, Nigéria e Tunísia.

Desde então, a organização acolheu 10 membros efectivos (Chade, República Democrática do Congo, Costa do Marfim, Egipto, Guiné Equatorial, Gana, Namíbia, Níger, Senegal e África do Sul) e um membro honorário (República Bolivariana da Venezuela), elevando o número total de membros efetivos para 18.

 


Imagem: © 2024 Ministério Egípcio do Petróleo
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com