4.9 C
Londres
Segunda-feira, Abril 22, 2024

UE/BM: Financiam Novos Projectos Em Angola

A Economia Circular, é outra área importante do investimento que visa minimizar o desperdício e promover a reutilização de recursos.

UE/BM: Financiam Novos Projectos Em Angola


A União Europeia (UE) está preparada para investir em novos projetos que abrangem diversas áreas de cooperação com Angola. A assinatura dos acordos para o financiamento destes projetos nas áreas da Economia Azul, Circular, Justiça, Estado, Sociedade Civil e Mercado, num montante total de 90 milhões de euros, será realizada em breve pela Comissária Europeia para as Parcerias Internacionais e pelo Ministro do Planeamento.

Além do financiamento da UE, o Banco Mundial (BM) também está a disponibilizar financiamento substancial para Angola, num montante de seis mil milhões de dólares, destinado a 22 projetos em diversas áreas de desenvolvimento. Estes projetos visam impulsionar o desenvolvimento sustentável e promover a colaboração entre Angola e a UE.

 

Cooperação Estratégica com Angola

A UE demonstra mais uma vez o seu compromisso com Angola ao investir em áreas-chave que promovem o crescimento económico, a justiça, a sociedade civil e o mercado. Com um foco claro na Economia Azul que engloba atividades relacionadas com os oceanos e recursos marinhos.

A Economia Circular, é outra área importante do investimento que visa minimizar o desperdício e promover a reutilização de recursos, a UE está alinhada com as prioridades de desenvolvimento de Angola.

A parceria entre a UE e Angola não se limita apenas a questões económicas, abrangendo também a Justiça, o Estado e a Sociedade Civil. Estes são pilares fundamentais para o fortalecimento das instituições democráticas e a promoção do Estado de direito. Ao investir nestas áreas, a UE está a contribuir para a construção de uma sociedade mais justa e equitativa em Angola.

 

O Banco Mundial

Além do financiamento da UE, Angola também recebe um importante apoio financeiro do Banco Mundial. Com um montante de seis mil milhões de dólares disponíveis para financiar 22 projetos, o BM desempenha um papel crucial no desenvolvimento económico e social do país.

Estes projetos abrangem uma variedade de áreas áreas-chave, como a aceleração digital, a diversificação verde e outras iniciativas fundamentais para impulsionar o crescimento de Angola. Até ao momento, a carteira de investimento do BM permitiu a implementação de 17 dos 22 projetos avaliados em 3,6 milhões de dólares.

Além disso, estão previstos financiamentos adicionais para mais cinco projetos, no valor de 1,8 mil milhões de dólares, até 2025. Destaca-se que o projeto de aceleração digital, previsto para aprovação no terceiro trimestre de 2024, receberá uma parcela substancial deste financiamento, no valor de 300 milhões de dólares.

Este financiamento maciço do BM também visa apoiar iniciativas específicas, como a Política de Desenvolvimento de Crescimento e Diversificação Verde, Resiliente e Inclusivo (DP02) e o setor de redes de segurança social para resiliência e oportunidades (Kwenda 2). Estes projetos receberão empréstimos significativos do BM, totalizando 500 e 400 milhões de dólares, respetivamente, com previsão de aprovação no quarto trimestre deste ano.

Além disso, o BM planeia conceder cerca de 300 milhões de dólares em julho de 2025 para financiar a Expansão da Rede de Transmissão Sul, um projeto crucial no setor de energia, e o Programa de Apoio às Cidades Secundárias de Angola. Estes investimentos visam fortalecer a infraestrutura do país e melhorar a qualidade de vida das suas populações urbanas.

 

Angola e o Futuro

A iniciativa da UE e do BM em financiar projetos em Angola representa uma oportunidade única para o país avançar no seu desenvolvimento económico e social. No entanto, é crucial garantir uma gestão eficaz e transparente dos fundos, a fim de maximizar o seu impacto e beneficiar verdadeiramente a população angolana.

Com este novo financiamento, espera-se que Angola possa dar passos significativos rumo ao desenvolvimento sustentável e à melhoria das condições de vida da sua população. Os projetos financiados pela UE e pelo BM terão um impacto duradouro na economia angolana e ajudarão a construir um futuro mais próspero para o país.

 

Conclusão

O financiamento de novos projetos pela UE e pelo BM é um passo significativo na promoção do desenvolvimento sustentável e na construção de um futuro próspero para Angola. Com um investimento substancial em áreas prioritárias, como a economia azul, a justiça e a sociedade civil, Angola está no caminho certo para alcançar os seus objectivos de desenvolvimento e melhorar a qualidade de vida dos seus cidadãos.

 


Imagem: © Ampe Rogério
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!