18.8 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

Cuba e Angola, assinaram novo acordo bilateral

A relação entre Cuba e Angola tem raízes profundas na história da luta pela independência e solidariedade internacionalista.

Cuba e Angola, assinaram novo acordo bilateral.

Angola e Cuba deram um passo importante no fortalecimento das suas relações bilaterais, atualizando convênios e acordos, na sequência dos trabalhos da XV Sessão da Comissão Intergovernamental de Cooperação Económica Técnico-Científica, decorrida nos dias 6 e 7 de Abril, na cidade de Havana.

O evento, repleto de expectativas e entusiasmo, reuniu responsáveis de alto nível de ambos os países, demonstrando o compromisso mútuo em aprofundar a cooperação.

O Ministro de Estado e Chefe da Casa Civil do Presidente da República, Adão de Almeida, chefiou a delegação angolana que avaliou os termos do reforço da cooperação bilateral com a contraparte cubana, cuja delegação foi chefiada pelo Vice-Primeiro Ministro, Ricardo Cabrisas Ruz.

Este marco na relação entre Angola e Cuba despertou interesse global e Mais Afrika, neste artigo, convida os seus leitores a explorar a rica história das relações entre as duas nações e a descobrir como este novo capítulo de cooperação pode trazer oportunidades e benefícios para ambos os países.

Mergulhe connosco nesta emocionante narrativa histórica de amizade e colaboração.

 

O novo acordo

Ao assinarem um novo acordo, ampliando a parceria, os dois países focam-se na cooperação económica, tecnológica e nas infraestruturas. Especialistas preveem que este passo irá impulsionar o crescimento e trazer benefícios para ambos os países.

O novo acordo prevê a colaboração em diversos setores. Na educação, professores cubanos continuarão a trabalhar em Angola, formando profissionais qualificados. Na saúde, médicos e enfermeiros cubanos seguirão prestando assistência em território angolano.

Na área de defesa, as forças armadas cubanas e angolanas manterão intercâmbios regulares. A cooperação na indústria de defesa também será fortalecida, incluindo a formação e a manutenção de equipamentos.

O acordo também visa impulsionar o comércio entre os dois países. Espera-se que o intercâmbio de bens e serviços aumente significativamente nos próximos anos, beneficiando as economias cubana e angolana.

A cooperação tecnológica é outro ponto-chave do acordo. Empresas de ambos os países trabalharão juntas no desenvolvimento de novas tecnologias e na implementação de projetos de infraestrutura.

Energias renováveis, uma área de interesse comum, também serão exploradas. Parcerias em projetos de energia solar, eólica e hidroeléctrica permitirão aos dois países diversificar suas fontes de energia e reduzir a dependência de combustíveis fósseis.

O turismo é outro setor em que Cuba e Angola pretendem cooperar. Com a assinatura deste acordo, espera-se um aumento no número de turistas entre os dois países, impulsionando a indústria turística em ambos os territórios.

Para implementar efetivamente este acordo, representantes de Cuba e Angola realizarão reuniões regulares. Onde irão verificar o progresso dos projetos conjuntos e avaliar o impacto da cooperação em áreas-chave.

 

Amigos de longa data

Imagem © 1976 Augusta Conchiglia (20230408) Cuba e Angola, assinaram novo acordo bilateral
Agostinho Neto e Fidel Castro em Conakry em 1976. Imagem: © Augusta Conchiglia

A relação entre Cuba e Angola tem raízes profundas na história da luta pela independência e solidariedade internacionalista. Quando Angola alcançou a independência em 1975, após séculos de dominação colonial portuguesa, o país mergulhou numa guerra civil que se prolongou até 2002.

Durante este período, Cuba desempenhou um papel fundamental no apoio ao governo angolano, enviando milhares de soldados e conselheiros militares para ajudar na luta contra os grupos rebeldes apoiados pelos Estados Unidos e África do Sul.

Além do apoio militar, Cuba também estabeleceu uma cooperação sólida com Angola nas áreas de saúde, educação e desenvolvimento social. Ao longo dos anos, milhares de angolanos receberam bolsas de estudo para estudar em instituições cubanas, enquanto médicos e professores cubanos trabalharam em Angola para melhorar o sistema de saúde e educação do país.

 

Um exemplo a seguir

A relação entre Cuba e Angola é um exemplo inspirador de como a solidariedade e a cooperação internacional podem contribuir para o desenvolvimento e bem-estar dos povos.

À medida que a cooperação entre Cuba e Angola continua a evoluir, ambos os países beneficiam de um intercâmbio cada vez mais diversificado de conhecimentos, experiências e recursos.

As áreas prioritárias desta cooperação incluem a luta contra a pobreza, a promoção do desenvolvimento sustentável e a garantia de acesso universal à educação e saúde de qualidade.

Além disso, a parceria entre Cuba e Angola pode servir como modelo para outras nações em desenvolvimento que buscam estabelecer laços de cooperação baseados no respeito mútuo, solidariedade e benefícios recíprocos.

Ao trabalharem juntos, os países podem enfrentar os desafios globais, como as mudanças climáticas, a crise económica e a crescente desigualdade, de maneira mais eficaz e coordenada.

À medida que a comunidade internacional observa este novo capítulo na história das relações entre Cuba e Angola, é importante reconhecer o papel que a solidariedade e a cooperação internacional desempenham na promoção da paz, estabilidade e prosperidade em todo o mundo.

A história de Cuba e Angola é um testemunho da força da amizade e da cooperação entre nações, e este acordo bilateral recente é mais um passo importante no fortalecimento dessa aliança duradoura.

 

Conclusão

Com esta aliança renovada, Cuba e Angola preparam-se para enfrentar novos desafios e explorar oportunidades de crescimento conjunto. Este novo capítulo na história das relações bilaterais celebra a amizade duradoura entre os dois países.

Este novo acordo entre Cuba e Angola é um testemunho da amizade duradoura entre os dois países. Ambos estão comprometidos em trabalhar juntos para superar desafios e promover o desenvolvimento mútuo, celebrando um futuro mais próspero e sustentável.

 

O que achas deste novo acordo entre Cuba e Angola? Concordas que Cuba e Angola continuam a ser “povos irmãos” ou essa expressão já passou há história? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

23 de Março: Dia da Libertação da África Austral

O centenário de Agostinho Neto comemorou-se 43 anos após o seu falecimento

A Literatura Africana em Língua Portuguesa

Imagem: © 2023 DR
Francisco Lopes-Santos
Francisco Lopes-Santos

Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.

Francisco Lopes-Santoshttp://xesko.webs.com
Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.
Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com