4.6 C
Londres
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Poliovírus detectado no Burundi e na RDC

O surto de poliomielite declarado pelo Burundi é o primeiro em 30 anos.

Poliovírus detectado no Burundi e na RDC.

Autoridades do Burundi e da República Democrática do Congo (RDC) identificaram casos de poliovírus derivados de vacinas. O governo do Burundi declarou a situação uma emergência nacional de saúde pública. Casos confirmados incluem um menino de quatro anos no distrito de Isale e duas crianças que tiveram contacto com ele.

 

OMS e GPEI confirmam casos

Cinco amostras de águas residuais confirmaram a presença do poliovírus tipo 2 circulante no Burundi, segundo a OMS. A cepa é diferente do poliovírus selvagem e infecções ocorrem quando a vacina oral contra a poliomielite circula entre populações sub-imunizadas.

As detecções estão relacionadas ao uso da nova vacina oral contra poliomielite tipo 2 (nOPV2), criada para reduzir esse risco. O poliovírus tipo 2 derivado da vacina circulante foi encontrado em seis crianças nas províncias de Tanganyika e Kivu do Sul, na RDC.

 

Campanha de vacinação do poliovírus

O Burundi realizará uma campanha de vacinação nas próximas semanas, com a ajuda da OMS e da GPEI, para crianças elegíveis de até 7 anos. A RDC também tem uma campanha agendada para abril.

“Embora a detecção desses surtos seja uma tragédia para as famílias e comunidades afetadas, não é inesperado com o uso mais amplo da vacina”.

Disse o GPEI em parceria com a OMS, a Fundação Bill & Melinda Gates e outras organizações globais de saúde

A GPEI afirma que 600 milhões de doses da nova vacina foram administradas em 28 países desde março de 2021 e reitera que é segura e eficaz. O surto de poliomielite declarado pelo Burundi é o primeiro em 30 anos.

 

Apoio à imunização e vigilância

A diretora regional para África da OMS, Matshidiso Moeti, destaca a importância de agir rapidamente e apoiar esforços nacionais para aumentar a imunização contra a poliomielite.

Segundo a OMS, “o poliovírus de tipo 2 em circulação” é a forma mais comum de poliomielite em África e os surtos deste tipo de poliovírus são os mais comuns na região, com mais de 400 casos de “paralisia flácida aguda” registados em 14 países afetados em 2022.

A poliomielite, doença causada pelo poliovírus, é uma das causas de paralisia flácida aguda, “definida como o início agudo de fraqueza ou paralisia com tónus muscular reduzido em crianças”, de acordo com a OMS África.

 

O que achas deste surto? Será que este poliovírus irá causar uma nova pandemia? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.
Imagem: © OMS 
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!