Cabo Delgado: Renasce a Esperança.

Renasce a esperança em Cabo Delgado, no norte de Moçambique, para os empresários locais, graças a recuperação económica.

Cabo Delgado foi alvo de incursões terroristas que causaram uma grave instabilidade na região. Durante este período tumultuado, muitas empresas foram afetadas, desde microempresas até grandes corporações. O impacto foi significativo, e um total de 4965 empresas foi prejudicada pelos ataques.

Este cenário gerou uma crise económica sem precedentes, deixando os empresários locais num estado de incerteza. Agora, após anos de instabilidade, a região de Cabo Delgado, vive agora dias de relativa estabilidade. Esta mudança está a trazer esperança aos empresários que estão a testemunhar a recuperação económica da região.

 

Estabilidade Relativa

Recentemente, a região tem experimentado uma relativa estabilidade, trazendo um sopro de esperança aos empresários locais. Muitas áreas que foram anteriormente afetadas pelos ataques terroristas estão a recuperar a estabilidade.

Um exemplo notável é Mocímboa da Praia, que foi o epicentro do extremismo violento e ocupada pelos terroristas por cerca de um ano. Hoje, mais de 400 empreendimentos comerciais já retomaram as suas atividades nessa região.

A reabertura de empresas é um indicador claro do progresso em Cabo Delgado. No distrito de Palma, já foram reabertas 285 empresas, um número promissor para a região. Além disso, em Macomia, as infraestruturas comerciais estão a ser reconstruídas, permitindo que os negócios voltem a operar.

Outra boa notícia é o restabelecimento do governo no distrito de Quissanga, onde os empresários já estão a mobilizar-se para se estabelecerem.

Imagem © Delfim Anacleto (20230717) Cabo Delgado Renasce a Esperança
Mamudo Irache, presidente do Conselho dos Empresários de Cabo Delgado. (Foto: Delfim Anacleto)

O presidente do Conselho dos Empresários de Cabo Delgado, Mamudo Irache, destaca que diversos setores estão a voltar à normalidade.

“No distrito de Palma já temos 285 [empresas que reabriram]. Isso é um bom sinal. No distrito de Macomia já estamos a reconstruir as nossas infraestruturas comerciais”.

“Em Quissanga, o Governo do distrito estabeleceu-se recentemente e os empresários já estão a mobilizar-se para estarem dentro do distrito”, conta.

Perante a falta de apoio governamental direcionado aos empresários, o setor empresarial de Cabo Delgado encontrou uma solução por conta própria. Empresários locais criaram um método de empréstimo entre si para obter recursos e reinstalar as suas empresas.

Esta cooperação entre agentes económicos permitiu que muitas empresas regressassem à atividade, impulsionando a recuperação económica da região.

 

Relançamento do Setor Privado

Para facilitar a recuperação económica, o Ministério da Indústria e Comércio implementou o Programa de Relançamento do Setor Privado (PRSP III). Este programa oferece apoio financeiro aos empresários afetados pelos ataques terroristas, por meio de créditos reembolsáveis.

Até ao momento, 174 empresários receberam financiamento e estão a reiniciar os seus negócios com a ajuda deste programa.

Apesar dos avanços significativos, é importante ressaltar que a recuperação económica em Cabo Delgado será um processo gradual. O programa PRSP III não resolverá todos os problemas enfrentados pelo setor privado, mas é um passo importante na direção certa. É necessário fortalecer a economia em geral, criando procura e oportunidades de negócios para todos os setores.

Para acelerar a recuperação económica, Francisco Loureiro, o presidente da Assembleia Provincial de Cabo Delgado propôs a criação de medidas específicas de estímulo à economia na região. Ele enfatizou a importância de atrair trabalhadores e empresários para as áreas afetadas pelos ataques terroristas.

A implementação de incentivos e medidas favoráveis poderia impulsionar o crescimento económico nessas regiões e criar um ambiente favorável para negócios. A estabilização de Cabo Delgado é um processo contínuo que requer um esforço conjunto do governo, empresários e comunidade.

A recuperação económica em curso está a trazer esperança e uma perspetiva de futuro próspero para a região. Com medidas adequadas de estímulo à economia e apoio contínuo aos empresários locais, Cabo Delgado pode reconstruir-se e tornar-se um centro de oportunidades e prosperidade.

 

Conclusão

A região de Cabo Delgado, após enfrentar anos de instabilidade devido a ataques terroristas, está a testemunhar um período de relativa estabilidade. Isso tem trazido esperança aos empresários locais, que estão a reabrir as suas empresas e a contribuir para a recuperação económica da região.

Com o apoio do Programa de Relançamento do Setor Privado e medidas de estímulo à economia propostas, espera-se que Cabo Delgado se fortaleça economicamente.

 

O que achas desta situação? Acreditas que será desta vez que a estabilidade se mantém em Cabo Delgado? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

A Cooperação na CPLP é fundamental

O BAD e a importância dos PALOP em África

Imagem: © João Relvas
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!