13 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

Papa Chegou à JMJ 2023, Com África Presente

A participação africana trouxe uma dimensão adicional à JMJ, com o desafio de que a jornada seja realizada em África num futuro próximo.

Papa Chegou à JMJ 2023, Com África Presente.

Começou ontem em Lisboa, Portugal, a Jornada Mundial da Juventude (JMJ 2023), um evento de grande importância para os jovens católicos de todo o mundo, promovendo a fé, a fraternidade e a esperança em um cenário global desafiador.

A jornada conta com a presença do Papa Francisco que chegou hoje, com a força da juventude dos seus 86 anos e demonstrou grande alegria por encontrar-se com os jovens vindos de todas as partes do globo, incluindo representantes de África tendo a Guiné-Bissau, batido todos os recordes com uma presença de 140 peregrinos.

Os jovens africanos, presentes no evento, destacam a importância da JMJ 2023 ser realizada em África no futuro, aproximando-a ainda mais do continente e proporcionando oportunidades para um maior diálogo intercultural.

A JMJ 2023 não é apenas um encontro religioso, mas também uma oportunidade para debater questões importantes, como desemprego, educação, ambiente, distribuição de riqueza e desenvolvimento sustentável.

Jovens ativistas dos PALOP (Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa) trouxeram as suas preocupações para o evento, procurando soluções e interagindo com outros peregrinos de diferentes partes do mundo.

 

A JMJ 2023 e a Participação Africana

A participação africana na Jornada Mundial da Juventude é significativa. Os peregrinos africanos trouxeram consigo o desafio de que a JMJ seja realizada em África em um futuro próximo. Este pedido, reflete a importância de aproximar a Jornada dos jovens do continente africano, permitindo que eles também experimentem a união e a espiritualidade proporcionadas por esse evento.

Os jovens africanos que participam da JMJ 2023 em Lisboa compartilham as suas expectativas e esperanças para a jornada. Eles procuram interagir com jovens de outras partes do mundo, partilhando experiências e aprender com diferentes culturas.

A participação africana também desempenha um papel crucial na aproximação da Igreja com a África, fortalecendo os laços entre o Vaticano e as comunidades católicas africanas.

Portugal aguarda cerca de 67.000 peregrinos provenientes de mais de 120 países e cinco continentes para Jornada Mundial da Juventude. De África destacam-se as presenças dos cinco países lusófonos, mas também viajaram até Portugal jovens do Brasil e de Timor-Leste e, pela primeira vez, África tem representações de todos os países.

 

O Futuro e os Jovens

O futuro é construído pelos jovens, e o Papa Francisco valoriza a sua participação ativa na sociedade. No entanto, ele também reconhece os desafios que os jovens enfrentam hoje, como a falta de trabalho, os ritmos frenéticos da vida moderna, o aumento do custo de vida e o medo de formar famílias e ter filhos.

No seu discurso inaugural, o Papa Francisco, chamou a atenção para a importância de incentivar a natalidade e a vontade de viver, rompendo com o declínio demográfico presente em muitos países europeus. Hoje, mais do que nunca, é essencial a boa política para corrigir os desequilíbrios económicos e promover a paz no mundo.

O Papa pediu aos jovens para serem sonhadores, lutadores e poetas. Ele enfatizou que os jovens não são apenas o futuro, mas também o presente e suas vozes devem ser ouvidas para enfrentar os desafios globais.

 

O Papel da Europa e a Necessidade de Paz

No seu discurso no encontro com autoridades, sociedade civil e corpo diplomático em Lisboa, o Papa Francisco ressaltou a relevância da Europa como construtora de pontes e pacificadora em diversas regiões, incluindo o Leste europeu, o Mediterrâneo, a África e o Médio Oriente.

Em um mundo que enfrenta desafios e conflitos, a Europa desempenha um papel fundamental na promoção da paz e na reconciliação após os conflitos do século passado.

Vivemos em um momento tempestuoso, onde a paz é cada vez mais necessária, mas as rotas corajosas para alcançá-la parecem escassas, afirmou o Papa Francisco questionando a Europa sobre o seu papel diante deste cenário e a convidar que se criem percursos de paz, inovadores e eficazes para solucionar conflitos globais, especialmente na Ucrânia e em outras regiões ensanguentadas por guerras.

Além disso, o Papa enfatiza a importância de investir no futuro das novas gerações, em vez de concentrar recursos em armas e guerras. O sonho é que a Europa seja capaz de apagar os focos de conflito e acender luzes de esperança, olhando para o futuro além das necessidades imediatas, incluindo povos e pessoas, sem ser influenciada por teorias e colonizações ideológicas.

 

O Meio Ambiente e a Sustentabilidade

Outro tema abordado pelo Papa Francisco foi o da preocupação com o problema ambiental global. Ele alertou para o aquecimento dos oceanos e a destruição de reservas de vida, enfatizando que o ambiente, o futuro e a fraternidade são “três estaleiros da construção da esperança”.

O Papa destacou que a existência humana deve viver em harmonia com o meio ambiente, preservando-o para as gerações futuras. Portugal, juntamente com os outros países, tem de se esforçar para proteger o meio ambiente. O Papa lembrou que o problema global continua extremamente grave e requer um compromisso contínuo com a sustentabilidade e a proteção da criação.

 

A Fraternidade e a Comunidade na JMJ 2023

O Papa Francisco, enfatizou também a importância da fraternidade e da solidariedade durante a JMJ 2023 em Lisboa, no contexto da globalização. Em um mundo cada vez mais interligado, é essencial que os povos se aproximem e promovam o bem comum, colocando de lado diferenças e divisões.

Também refletiu sobre a vida humana e alertou contra derivas utilitaristas, nas quais a sociedade valoriza apenas o que é útil e descarta o que é considerado descartável. Ele destacou a importância de valorizar cada vida humana, independentemente de sua condição ou utilidade percebida, focando que a distribuição de bens deve ser equitativa e não uns terem muito e outros terem tão pouco, como actualmente.

 

Conclusão

Com a chegada do Papa à JMJ 2023, inicia-se um legado de união, reflexão e inspiração para os jovens católicos de todo o mundo. O compromisso com a paz, o meio ambiente, o futuro e a fraternidade foi reforçado, e os jovens foram encorajados a serem agentes de mudança positiva nas suas comunidades e no mundo.

A presença do Papa Francisco durante o evento também vem destacar a importância que a Igreja Católica atribui à juventude e ao seu papel na construção de um mundo melhor e mais solidário.

 

A participação africana também trouxe uma dimensão adicional à JMJ 2023, com o desafio de que a jornada seja realizada em África num futuro próximo, fortalecendo ainda mais os laços entre a Igreja e o continente africano.

 

O que achas desta JMJ 2023? Consideras que vai ser uma jornada inspiradora? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Ver Também:

Papa Francisco Contra a Corrupção nas POM

Visita do Papa a África pode ajudar a matar a fome

Imagem: © 2023 DR 
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com