COP28: AI Contra Os Combustíveis Fósseis.

A organização não governamental (ONG) Amnistia Internacional (AI) pediu hoje aos governos que participam na COP28 para darem passos concretos, incluindo a eliminação “urgente” da utilização de combustíveis fósseis, e que garantam o direito à água.

“Muitos países no Médio Oriente e no Norte de África enfrentam várias crises, como a assombrosa dívida, a destruição e os danos causados pelos conflitos”.

“Agora, junta-se a agravada escassez de água devido à crise climática numa região onde a água escasseia cada vez mais”.

Lê-se num comunicado da assessora regional da AI para os direitos económicos, sociais e culturais, Kristine Beckerle.

Na nota, citada pela agência espanhola de notícias Efe, aponta-se que;

“A resposta dos governos dos países desta região tem sido lamentavelmente desadequada para garantir o direito à água”.

Para além disso, a AI recorda que a Arábia Saudita, o Catar e os Emirados Árabes Unidos (EAU), que são o país anfitrião da reunião mundial sobre o ambiente e o clima, ganham;

“Imensas receitas provenientes das suas empresas nacionais de combustíveis fósseis”.

Estas empresas, vinca esta ONG, estão a agravar a crise climática com a sua enorme produção de hidrocarbonetos e até têm planos para aumentar a produção.

“Os governos da COP28, que pelo segundo ano consecutivo ocorre num país do Médio Oriente e Norte de África, devem atender ao apelo dos ativistas e grupos da sociedade civil”.

“Deve ser efectuada uma eliminação progressiva, completa, urgente e justa, dos combustíveis fósseis, com destaque para o financiamento da luta contra as alterações climáticas baseada nos direitos humanos”, concluiu Beckerle.

A linguagem relativamente aos combustíveis fósseis, sem defender uma redução ou o abandono do seu uso, tem sido um dos pontos de tensão na conferência sobre o clima, que entra hoje na sua segunda e última semana, diz a Efe.

A COP28 começou em 30 de Novembro e está a decorrer até dia 12 no Dubai, tendo arrancado hoje a segunda semana da cimeira, que termina com, pelo menos, dois dias de negociações finais. Hoje, o programa temático é dedicado aos jovens, crianças, educação e competências.

 

O que achas deste pedido da Amnistia internacional para se eliminar os combustíveis fósseis? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Imagem: © 2023 DR 
Lusa - Agência de Notícias de Portugal
Agencia Lusa

É a maior agência noticiosa de língua portuguesa, faz parte da Aliança das Agências de Informação de Língua Portuguesa e tem mais de 280 jornalistas espalhados por todo o mundo. Para além das principais cidades de Portugal, a Lusa tem delegações ou correspondentes permanentes na Bélgica, Espanha, Alemanha, Reino Unido, França, Luxemburgo, Rússia, Estónia, Guiné-Bissau, Cabo Verde, Angola, Moçambique, Índia, São Tomé e Príncipe, África do Sul, Argélia, Timor-Leste, Macau, China, Brasil, Venezuela, Estados Unidos, Canadá e Austrália. Fornece um serviço noticioso a inúmeros jornais, rádios e canais de televisão portugueses, aos meios de comunicação social das comunidades portuguesas espalhadas pelo mundo e a agências noticiosas dos Países Africanos de Língua Oficial Portuguesa. Subscrevem também os serviços da Lusa diversas instituições públicas e privadas.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!