4.8 C
Londres
Domingo, Abril 21, 2024

Botswana Usa Drones Para Agilizar Saúde

O Botswana tem uma alta taxa de mortalidade materna, com 166 mortes por 100 mil nascidos vivos, de acordo com dados do governo de 2019.

Botswana Usa Drones Para Agilizar Saúde.

No Botswana, a UNFPA, um programa do Fundo da População das Nações Unidas, está a utilizar drones para garantir o atendimento de saúde em vilarejos remotos de Mababe, no noroeste do país.

A iniciativa Drones para Saúde, testado neste país africano desde Abril de 2021, procura reduzir o tempo de entrega de suprimentos médicos, equipamentos essenciais e resultados de exames para clínicas remotas, para ajudar a reduzir a alta taxa de mortalidade materna no país.

 

Desafios Logísticos

Em Mababe, no Botswana, conseguir os resultados de um exame de sangue não é uma tarefa simples. As amostras devem ser recolhidas por uma ambulância com destino à grande cidade de Maun.

O percurso de 116 km em terreno acidentado, que também é atravessado por elefantes, hipopótamos e outros animais selvagens, pode levar três horas ou mais. Durante a estação das chuvas, as enchentes fecham totalmente a estrada.

Pesquisas recentes sugerem que quase uma em cada 10 pessoas em todo o mundo vive a mais de uma hora de carro dos serviços de saúde. Cerca de metade da população global mora a mais de uma hora a pé de instalações de saúde.

Embora a maioria da população do Botswana viva a menos de 5 km de um posto médico, há exceções. O projeto da UNFPA com o Ministério da Saúde com os drones quer resolver essas lacunas.

 

Infraestrutura

Imagem © Thalefang Charles (20230721) Botswana Usa Drones Para Agilizar Saúde
Uma Clinica no Botswana

Quando se trata de amostras para exames, o tempo é essencial.

Segundo a UNFPA, entre 25% e 40% de todos os suprimentos médicos sensíveis à temperatura, enviados de centros urbanos para clínicas de saúde rurais, são desperdiçados devido à infraestrutura não confiável da cadeia de frio.

As clínicas rurais também costumam sofrer falta de estoque, deixando os pacientes sem produtos e medicamentos.

 

Entrega de Produtos

A UNFPA lembra que a entrega por drones também pode ajudar a reduzir as mortes maternas à medida que as grávidas têm acesso ao tratamento.

O Botswana tem uma alta taxa de mortalidade materna, com 166 mortes por 100 mil nascidos vivos, de acordo com dados do governo de 2019.

As principais causas são hemorragias pós-parto, complicações após aborto e distúrbios hipertensivos durante a gravidez.

O progresso para evitar essas mortes estagnou recentemente, com a taxa nacional de mortalidade materna aumentando entre 2015 e 2020. Os drones são uma abordagem criativa para avançar na reversão dessa tendência.

 

Conclusão

O uso de drones para entrega de suprimentos médicos e resultados de exames em regiões remotas do Botswana é uma iniciativa crucial para agilizar o atendimento de saúde e reduzir a alta taxa de mortalidade materna.

A abordagem inovadora demonstra potencial para superar desafios logísticos e melhorar o acesso aos cuidados médicos essenciais, trazendo benefícios significativos para a população local.

 

O que achas desta inovação? Este projecto no Botswana, deve ser aplicada em outros países? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.
Imagem: © Chisiza
UN News

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!