18.1 C
Londres
Terça-feira, Julho 23, 2024

África Do Sul: Rever Bentley vs Le Train Bleu

A emocionante corrida de 1930, entre um Bentley e o lendário Le Train Bleu, foi uma competição que desafiou as fronteiras da engenharia, da velocidade e da determinação humana.

África Do Sul: Rever Bentley vs Le Train Bleu.

Comemora-se todos os anos na África do Sul a celebração da história e da elegância ao reviver a lendária corrida Bentley vs Le Train Bleu, na reencenação da Heidelberg Great Train Race, ou A Grande Corrida de Comboios de Heidelberg, também conhecida como HGTR,

A Corrida é um evento fascinante que homenageia a corrida que aconteceu em 1930, entre um Bentley e o famoso comboio Le Train Bleu com destino a Calais. Esta corrida lendária que envolveu o motorista de corridas da Bentley, Woolf Barnato, inspirou a criação deste evento extraordinário, permitindo aos participantes reviverem a simplicidade e a sofisticação de uma era passada.

 

Uma Procissão de Elegância

Imagem © DR (20231129) África Do Sul rever Bentley vs Le Train BleuUma das atrações principais da HGTR é a procissão de carros e motociclos vintage. Os entusiastas e colecionadores exibirão com orgulho os seus veículos clássicos, proporcionando uma oportunidade única para os amantes de automóveis apreciarem de perto a beleza e a nostalgia destas máquinas bem conservadas.

Além disso, para adicionar um toque de autenticidade histórica, locomotivas a vapor da ROVOS RAIL datadas de 1893 e 1946 estarão em exibição, saudando os visitantes com o seu rugido característico. Este encontro de maquinaria pesada vintage é uma experiência única que evoca os dias em que a viagem de comboio era uma aventura elegante e majestosa.

 

O Desfile Comemorativo

O dia começa com uma saudação espetacular, à medida que um Bentley vintage se junta às lendárias locomotivas a vapor da ROVOS RAIL na estação rodoviária de Heidelberg. Este momento proporcionará oportunidades fotográficas memoráveis à medida que estas máquinas históricas se alinham, evocando o espírito da época dourada das viagens.

Após o desfile, o evento dirige-se para o Aeródromo de Heidelberg. Este é o local onde a verdadeira magia acontece. Os visitantes poderão testemunhar a chegada e o pouso de aeronaves vintage, incluindo os impressionantes Puma Harvard e Goodyear Eagles em exibições aéreas de tirar o fôlego.

Uma adição recente à HGTR é a corrida de motociclos vintage que ocorrerá numa pista de terra em frente ao jardim de cerveja. Esta corrida empolgante, liderada por um Bugatti de 1922, proporcionará aos espectadores uma dose de nostalgia e velocidade.

 

Celebração da Histórica

Imagem © 2023 Jaco Kotze (20231129) África Do Sul rever Bentley vs Le Train BleuA HGTR é uma celebração do transporte vintage que tem inspirado jovens e idosos ao longo dos últimos cinco anos. Num mundo em constante movimento e evolução, este evento combina elegância, nostalgia e emoção e lembram-nos da beleza e da importância da história e da herança que nos deixaram.

Ao homenagear a lendária corrida de 1930 entre um Bentley e o Le Train Bleu, este evento oferece uma experiência única para todos os presentes. Desde carros e motociclos vintage até locomotivas a vapor e aeronaves antigas, este é um dia dedicado à apreciação da história e da beleza do transporte clássico, é uma jornada no tempo que nos permite reviver o passado e celebrar a rica herança do transporte.

 

A Lendária Corrida de 1930: Bentley vs. Le Train Bleu

No início do século XX, uma época em que as façanhas automobilísticas estavam no auge da sua popularidade, uma corrida épica entre um automóvel Bentley e o famoso comboio Le Train Bleu cativou o mundo com a sua audácia e velocidade.

A emocionante corrida que ocorreu em 1930, com destino a Calais, entre um Bentley e o lendário Le Train Bleu, foi uma competição que desafiou as fronteiras da engenharia, da velocidade e da determinação humana, com Woolf Barnato, o famoso piloto de corridas da Bentley ao volante.

 

O Contexto da Época

Imagem © DR (20231129) África Do Sul rever Bentley vs Le Train BleuA década de 1930 foi um período de mudança e progresso, e também de competição feroz no mundo das corridas de automóveis. Os automóveis estavam a tornar-se mais poderosos e rápidos e, as estradas da Europa, eram o cenário perfeito para desafios de velocidade.

Foi neste ambiente que Woolf Barnato, um piloto britânico e dono da marca de automóveis Bentley, decidiu fazer uma aposta ousada e lançar um desafio que se tornaria lendário.

Em 1930, Woolf Barnato estava em Cannes, na Riviera Francesa, desfrutando do sol e do glamour da época. Foi então que ouviu falar do Le Train Bleu, um comboio de luxo que fazia a ligação entre a Côte d’Azur e Calais. O comboio era conhecido pela sua velocidade e pelo luxo e Barnato, conhecido pelo seu amor pela velocidade e pelos automóveis Bentley.

Barnato acreditava que conseguiria chegar a Calais mais rapidamente do que o Le Train Bleu. Por isso, lançou à companhia de comboio essa aposta, simples e audaciosa, claramente uma aposta de homem rico que não sabia o que fazer ao dinheiro, mas também um desafio irresistível para o espírito aventureiro da época.

 

A Partida Épica de Cannes

Para enfrentar o desafio, Barnato escolheu um veículo à altura. Ele selecionou o Bentley Speed Six, um dos automóveis mais potentes e elegantes da época era conhecido pelo seu motor de seis cilindros em linha, que fornecia uma potência impressionante e uma velocidade máxima notável para a altura. Com o Bentley preparado e pronto para a corrida, Barnato estava ansioso para começar a aventura.

No dia 13 de Março de 1930, a cidade de Cannes testemunhou o início de uma das corridas mais emocionantes da história automobilística. Às 5h45 da tarde, com o Le Train Bleu prestes a partir da estação, Woolf Barnato partiu no Bentley Speed Six modificado para competição.

A corrida começou oficialmente, com o comboio Le Train Bleu a ganhar uma vantagem inicial. No entanto, Barnato no seu Bentley não estava disposto a desistir facilmente. Ele acelerou pela costa francesa, seguindo em direção a Calais a uma velocidade impressionante.

Barnato estava determinado a não apenas superar o comboio, mas também a chegar a Londres antes que o Le Train Bleu chegasse a Calais. Para alcançar este objetivo ambicioso, ele tomou uma decisão arriscada: cruzar o Canal da Mancha a bordo de um navio a vapor.

Depois de completar cerca de 100 quilómetros de estrada, Barnato no Bentley, chegou à costa do Canal da Mancha. Sem perder tempo, embarcaram num navio a vapor que os levaria até à Inglaterra. O cronómetro não parava, e a tensão estava ao rubro.

 

A Chegada Triunfal a Londres

Imagem © DR (20231129) África Do Sul rever Bentley vs Le Train BleuA parte final da corrida foi verdadeiramente épica. Com o Bentley, conduzido por Barnato a atravessaram as ruas de Londres com determinação implacável, a toda a velocidade. A cidade assistiu a uma corrida contra o tempo, com o Bentley a tentar chegar à linha de chegada antes que o Le Train Bleu alcançasse Calais.

Às 3h20 da tarde, Barnato estacionou o Bentley em frente ao Conservative Club, em St James Street, quatro minutos antes de o Le Train Bleu chegar à estação de Calais. Foi uma vitória impressionante e uma demonstração notável da habilidade de Barnato como piloto.

 

O Legado da Corrida

A corrida lendária de 1930 entre o Bentley de Woolf Barnato e o comboio Le Train Bleu é mais do que uma simples competição de velocidade. É uma história de coragem, determinação e audácia. Foi um momento em que um homem desafiou os limites da velocidade e da resistência humana, provando que os automóveis podiam rivalizar com os comboios em termos de velocidade.

Esta corrida tornou-se um símbolo da era dourada das corridas de automóveis e da procura constante pela excelência na engenharia automobilística. Tanto o Bentley Speed Six quanto o comboio Le Train Bleu representaram o pináculo do luxo e do desempenho das suas respetivas indústrias e esta corrida transformou-se em um conto de audácia, coragem, inovação e paixão pela velocidade

Esta corrida não é apenas um marco na história automobilística, mas também uma lição sobre a importância de seguir os nossos sonhos e desafiar os limites estabelecidos. É uma história que nos lembra que, quando estamos dispostos a correr riscos e a perseguir os nossos objetivos com paixão e determinação, podemos alcançar feitos incríveis.

A lendária corrida de 1930 é um tributo à coragem e à ousadia humana, e continuará a ser contada e celebrada ao longo das gerações. Woolf Barnato e o Bentley Speed Six entraram para a história como heróis da estrada, inspirando gerações de entusiastas por todo o mundo.

 

Os Concorrentes

Bentley Speed Six

Imagem © DR (20231129) África Do Sul rever Bentley vs Le Train BleuO automóvel Bentley Speed Six envolvido na lendária corrida de 1930 contra o comboio Le Train Bleu, era uma obra-prima da engenharia automobilística da época e tinha várias características que o tornavam especial e notável. Aqui estão algumas das características mais marcantes deste icónico veículo:

  1. Potência e Desempenho: O Speed Six era movido por um motor de seis cilindros em linha que oferecia uma potência impressionante para a época. Com uma cilindrada de seis litros, o motor era capaz de produzir cerca de 180 cavalos de potência, tornando-o um dos carros mais potentes da década de 1930. Essa potência permitia acelerar a velocidades impressionantes.
  2. Velocidade Máxima: Graças à sua potência e ao seu design aerodinâmico, o Bentley Speed Six tinha uma velocidade máxima notável. Ele podia atingir velocidades de até 160 quilómetros por hora, o que era uma conquista impressionante para a época. Esta característica foi fundamental para a corrida contra o comboio Le Train Bleu.
  1. Construção de Alta Qualidade: Os automóveis Bentley eram conhecidos pela sua construção robusta e de alta qualidade. Eram carros luxuosos que combinavam potência e elegância. O Bentley Speed Six não era exceção, com acabamentos interiores e exteriores de qualidade superior, tornando-o um automóvel apreciado pelos clientes exigentes.
  2. Resistência: Além da velocidade, o Bentley Speed Six também era conhecido pela sua durabilidade e resistência. Era um carro robusto e confiável, projetado para resistir a longas viagens e condições desafiantes.
  3. Participação em Competições: Os automóveis Bentley, incluindo o Speed Six, tinham uma forte presença nas corridas de automóveis da época. A marca tinha um historial impressionante em competições, o que contribuiu para a sua reputação de desempenho e confiabilidade.
  4. Personalização: Os clientes podiam personalizar o seu Bentley de acordo com as suas preferências, escolhendo acabamentos, estofos e outros detalhes específicos. Isso tornou cada Bentley único e adaptado ao gosto do proprietário.
  5. Legado Duradouro: A corrida lendária de 1930 entre o Bentley Speed Six de Woolf Barnato e o comboio Le Train Bleu solidificou o legado deste automóvel. Tornando-o em um ícone nas corridas de automóveis sendo lembrado como um dos carros mais emblemáticos da era dourada das corridas.

Em resumo, o automóvel Bentley, com destaque para o modelo Bentley Speed Six, era uma combinação impressionante de potência, elegância, qualidade e resistência. Tinha um lugar especial na história automobilística e continua a ser admirado até hoje como um exemplo notável da engenharia automobilística britânica da época.

Le Train Bleu

Imagem © A Brenet (20231129) África Do Sul rever Bentley vs Le Train BleuO famoso comboio “Le Train Bleu”, ou “O Comboio Azul” em português, era uma das joias da coroa das viagens ferroviárias de luxo da Europa durante a primeira metade do século XX. Este comboio era especial por várias razões:

  1. Elegância e Luxo: O Le Train Bleu era conhecido pela sua elegância e luxo incomparáveis. Era um dos comboios mais sofisticados do mundo e atraiu uma clientela aristocrática e de elite. As carruagens eram ricamente decoradas, com interiores deslumbrantes, móveis de alta qualidade e atenção aos detalhes que faziam com que os passageiros se sentissem como se estivessem a bordo de um palácio sobre rodas.
  1. Rota Cénica: O comboio percorria uma rota pitoresca, ligando Paris à Côte d’Azur, na Riviera Francesa. Durante a viagem, os passageiros podiam desfrutar de vistas deslumbrantes do campo francês, das montanhas e do Mediterrâneo. Era uma experiência que oferecia tanto luxo como paisagens deslumbrantes.
  2. Gastronomia de Classe Mundial: O Le Train Bleu era conhecido pela sua cozinha de classe mundial. Os restaurantes a bordo serviam refeições requintadas preparadas por chefs talentosos. Era um local onde os passageiros podiam saborear pratos gourmet e vinhos finos enquanto apreciavam a paisagem.
  1. Serviço de Alto Nível: O serviço a bordo era de primeira classe. Os passageiros eram tratados com grande cortesia e atenção e o pessoal de bordo estava disponível para satisfazer todas as suas necessidades. Este nível de serviço contribuiu para a reputação de excelência do comboio.
  1. Rapidez e Eficiência: O Le Train Bleu era conhecido pela sua rapidez e eficiência. Fazia a ligação entre Paris e a Riviera Francesa em relativamente pouco tempo, permitindo que os passageiros chegassem ao seu destino final de forma conveniente.
  1. Um Ícone Cultural: Além da sua reputação como um meio de transporte de luxo, o Le Train Bleu também se tornou um ícone cultural. Foi mencionado em livros, filmes e canções, tornando-se parte da imaginação coletiva.
  1. Concorrência Desafiante: A lendária corrida de 1930 entre um Bentley e o Le Train Bleu demonstrou a reputação do comboio como um símbolo de velocidade e luxo. O facto de um automóvel ter conseguido vencer o comboio foi uma conquista notável e mostrou o prestígio do Le Train Bleu.
  1. Continuação do Legado: Embora a era dos comboios de luxo tenha mudado, o nome “Le Train Bleu” continua a ser usado em diferentes contextos, lembrando-nos da sua importância histórica e do seu estatuto como um dos comboios mais lendários da Europa.

Em suma, o famoso comboio Le Train Bleu era especial devido à sua combinação única de elegância, luxo, eficiência e beleza cénica. Ele representava o auge das viagens de comboio de luxo na Europa e continua a ser lembrado como um ícone de uma era passada.

 

Conclusão

A emocionante história da corrida lendária de 1930 entre um Bentley e o comboio de luxo Le Train Bleu, é um conto de audácia, coragem, inovação e paixão pela velocidade. Tanto o Bentley Speed Six quanto o comboio Le Train Bleu representaram o pináculo do luxo e do desempenho das suas respetivas indústrias.

Esta história continua a ser uma fonte de inspiração e fascínio para entusiastas de automóveis combóis e história em todo o mundo. É um testemunho da capacidade humana de desafiar os limites, criar momentos históricos e celebrar a beleza da velocidade e do luxo.

Um exemplo disso é esta famosa reencenação deste momento, a Heidelberg Great Train Race, na África do Sul, um evento que combina elegância, nostalgia e emoção. Ao homenagear esta a lendária corrida este evento oferece uma experiência única para todos os presentes.

 

Conhecias a história desta corrida entre um Bentley e o comboio de luxo Le Train Bleu? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Imagem: © 1970 Ference Cuneo
Francisco Lopes-Santos
Francisco Lopes-Santos

Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.

Francisco Lopes-Santoshttp://xesko.webs.com
Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.
Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com