18.1 C
Londres
Terça-feira, Julho 23, 2024

Vinka: Sem Estereótipos À Conquista Do Mundo

“A minha música está-se a espalhar por diferentes mercados, então devo estar a fazer algo certo” – Vinka.

Vinka: Sem Estereótipos À Conquista Do Mundo.

No pulsar rítmico da indústria musical africana, surgiu Vinka, uma cantora e compositora ugandense que desafiou estereótipos e atingiu o topo do panorama musical do seu país, encontrando-se agora à conquista do mundo.

Please accept YouTube cookies to play this video. By accepting you will be accessing content from YouTube, a service provided by an external third party.

If you accept this notice, your choice will be saved and the page will refresh.

———————————————————————————————

Aceite os cookies do YouTube para reproduzir este vídeo. Ao aceitar, estará a aceder ao conteúdo do YouTube, um serviço fornecido por terceiros.

Se aceitar, a sua escolha será salva e a página será atualizada.

YouTube privacy policy

 

Com contracto na editora Swangz Avenue, apesar de ter enfrentado ceticismo e críticas iniciais, ascendeu às estrelas para se tornar uma das artistas femininas mais celebradas do Uganda, onde já deixou uma marca indelével no panorama musical do país.

Depois de, em 2023, ter tido uma série de sucessos e ter colaborado com a maioria dos grandes nomes da música do Uganda, prepara-se agora para deixar a sua marca neste novo ano de 2024.

 

A Criação de Vinka

Nascida Nakiyingi Veronica Luggya a 27 de Junho de 1994, o percurso de Vinka na indústria da música não foi sem obstáculos. Antes de se destacar como cantora, formou-se em turismo pela Universidade Makerere e surge na indústria do entretenimento como dançarina para artistas como Maurice Kirya, Cindy e Jackie Chandiru.

“Fiz isso durante três anos. Aprendi que nós, como seres humanos, não somos fáceis de administrar. Neste trabalho temos de colocar todas as nossas emoções de lado de qualquer maneira”, disse ela.

Começou a trabalhar como estagiária na Swangz Avenue, uma das principais empresas de produção de áudio e filmes de Kampala, ascendendo dentro da empresa para se tornar empresária de artistas renomados como Irene Ntale e Winnie Nwagi. No final de 2016, a Swangz Avenue incentivou Vinka a tornar-se cantora.

Agarrando a oportunidade, assinou contrato em Fevereiro de 2017 e lançou o single “Level”. Desde então, ela tem dominado consistentemente os tops musicais do Uganda, com sucessos como “Malaika”, “Chips Na Ketchup” e “Overdose”. Ao mudar de empresária para cantora, enfrentou muito ceticismo e os seus detratores desconsideraram suas habilidades vocais, alegando que ela soa como um homem.

“As pessoas que me conheciam como empresária artística diziam que era melhor como empresária, diziam – ela não sabe cantar, parece um homem que voz profunda é essa”, afirmou.

No entanto, a sua capacidade de resistência e autoconfiança ajudaram-na a desenvolver uma barreira indestrutível capaz de enfrentar tais críticas. Superando estes desafios, tornou-se uma força a ser reconhecida, produzindo vários sucessos e colaborando com alguns dos maiores nomes da música do Uganda.

 

A Evolução Musical de Vinka

Um dos aspectos distintivos do panorama musical do Uganda é o espírito colaborativo entre as artistas femininas. Vinka, também, abraçou essa tendência, colaborando com outras artistas como Winnie Nwaji e Karole Kasiita. O videoclipe de “Chekecha”, obteve quatro milhões de visualizações no YouTube em apenas cinco meses.

Outra colaboração notável foi com a artista romena Inna, resultando na fusão de francês, kiswahili e inglês intitulada “Bebe”, com impressionantes 26 milhões de visualizações no YouTube até agora. A versatilidade de Vinka foi um elemento-chave do seu sucesso.

“Decidimos fazer uma música em francês com um pouco de kiswahili e inglês. Fui para a Romênia, foi uma experiência muito bonita”.

“A minha música está-se a espalhar por diferentes mercados, então devo estar a fazer algo certo”, disse Vinka.

Desde o seu single de destaque “Stylo” com Irene Ntale até aos recentes sucessos como “Bailando” e a bela balada romântica “Believe” com Dax Vibes, Vinka demonstrou a sua capacidade de navegar confortavelmente por diversos géneros musicais.

As suas performances cativantes, espetáculos ao vivo ousados e o compromisso em ultrapassar fronteiras artísticas tornaram-na querida dos fãs, consolidando a sua presença nas playlists musicais do Uganda. O ano de 2023 marcou um capítulo significativo na carreira de Vinka. Canções como “Tutu Mama” com Elijah Kitaka e a colaboração “Chekecha” destacaram a sua contínua mestria musical.

No entanto, a música mais notável foi a encantadora “Believe” com Dax Vibes que manteve a sua posição de destaque desde o seu lançamento. O trabalho árduo e a dedicação de Vinka foram devidamente reconhecidos, solidificando o seu status como uma das mulheres mais bem-sucedidas do panorama musical do Uganda.

 

Vinka a Influencer

A influência de Vinka, estende-se além de suas realizações musicais. Ela faz parte da EQUAL Africa, uma iniciativa voltada para a redução da desigualdade de género na indústria musical e para amplificar as vozes de artistas femininas em todo o continente. O seu compromisso em quebrar barreiras e desafiar normas está alinhado com a missão desse programa.

 

Conclusão

De dançarina a empresária e a cantora de sucesso, Vinka é um testemunho da sua dedicação inabalável e capacidade de perseverança. Superando o ceticismo inicial, ela provou que o talento não conhece género.

À medida que continua a causar impacto na vibrante indústria musical de Uganda, Vinka serve de inspiração para artistas aspirantes, especialmente mulheres, encorajando-as a acreditarem em si mesmas, mantendo o foco e nunca desistirem de seguir as suas paixões.

Na melodia em constante evolução da música ugandense, a voz única, o tom e a vibração de Vinka ecoam alto, deixando uma marca duradoura no legado musical deste rico e belo continente africano.

 

Já conhecias a Vinka? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Imagem: © Red Pepper Uganda
Francisco Lopes-Santos
Francisco Lopes-Santos

Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.

Francisco Lopes-Santoshttp://xesko.webs.com
Ex-atleta olímpico, tem um Doutoramento em Antropologia da Arte e dois Mestrados um em Treino de Alto Rendimento e outro em Belas Artes. Escritor prolifero, já publicou vários livros de Poesia e de Ficção, além de vários ensaios e artigos científicos.
Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com