BAD: Conquista Primeiro Lugar A Nível Mundial.

O Grupo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) conquistou reconhecimento mundial pela sua emissão pioneira de capital híbrido, com notação AA da S&P Global Ratings. Esta iniciativa fez com que o Banco conquistasse o primeiro lugar a nível mundial e permitirá financiar projetos sustentáveis para enfrentar os desafios críticos de desenvolvimento no continente africano.

 

O Capital Híbrido do BAD

O BAD recebeu o reconhecimento mundial pela sua emissão inaugural de capital híbrido, posicionando o Banco como pioneiro no financiamento sustentável inovador.

A S&P Global Ratings atribuiu uma notação AA à transação de estreia, a notação mais elevada para o capital híbrido. A emissão proposta seria a primeira efetuada por um banco multilateral de desenvolvimento.

O capital híbrido terá um efeito multiplicador no financiamento do Banco e permitirá a emissão de mais obrigações verdes, sociais e sustentáveis para financiar projetos que visem alguns dos desafios de desenvolvimento mais críticos do continente, incluindo a segurança alimentar, o acesso à água e aos serviços de saúde e as alterações climáticas.

 

As Inovações Financeiras do BAD

De acordo com o Presidente do BAD, Dr. Akinwumi Adesina, os bancos multilaterais de desenvolvimento a nível mundial e regional estão a ser convidados a alterar os seus modelos de negócio para obterem mais financiamento em grande escala, para combater as alterações climáticas e acelerar o desenvolvimento.

“O BAD é pioneiro nas inovações financeiras. A nossa decisão de emitir capital híbrido permitir-nos-á obter mais financiamento dos mercados de capitais para acelerar ainda mais o crescimento e o desenvolvimento de África”, afirmou Adesina.

“Tanto quanto sabemos, o BAD seria a primeira MLI (Multilateral Lending Institution, em inglês, instituição multilateral de financiamento) a incorporar capital híbrido na sua estrutura de capital”, afirmou a S&P.

A iniciativa de capital híbrido do Banco atraiu a atenção global, incluindo do grupo de peritos em adequação de capital do G20, que recomendou que outros bancos multilaterais de desenvolvimento também explorassem instrumentos de capital híbrido.

O capital híbrido é uma combinação de dívida e capital próprio, que complementa e não substitui estas duas fontes de financiamento. Trata-se de um instrumento de financiamento estabelecido, amplamente utilizado por empresas, instituições financeiras, companhias de seguros e agências, mas que ainda não foi utilizado pelos bancos multilaterais de desenvolvimento.

“Trata-se de uma outra forma de reforçar a base de capital dos bancos multilaterais de desenvolvimento e de otimizar o seu balanço”.

“O BAD está a inaugurar uma nova classe de ativos, o capital híbrido, emitido por bancos multilaterais de desenvolvimento com notação AAA”.

Afirmou a Vice-Presidente para as Finanças e Diretora Financeira do Banco, Hassatou N’Sele.

Adesina afirmou estar muito satisfeito com este feito histórico do BAD.

“Continuaremos a responder e a liderar com inovações financeiras, em resposta à necessidade de alavancar mais financiamento, de acordo com os apelos globais para reformas da arquitetura financeira global”, disse.

 

Sobre o BAD

O Grupo Banco Africano de Desenvolvimento é a principal instituição financeira de desenvolvimento em África. Inclui três entidades distintas: o Banco Africano de Desenvolvimento (AfDB), o Fundo Africano de Desenvolvimento (ADF) e o Fundo Fiduciário da Nigéria (NTF).

Presente no terreno em 41 países africanos, com uma representação externa no Japão, o Banco contribui para o desenvolvimento económico e o progresso social dos seus 54 Estados-membros.

 

Conclusão

O BAD destaca-se como pioneiro nas inovações financeiras ao incorporar o capital híbrido na sua estrutura de financiamento. Através desta ação, o banco obterá mais recursos para acelerar o crescimento e desenvolvimento de África, liderando o caminho para reformas na arquitetura financeira global.

 

O que achas desta iniciativa do BAD? E o que pensas sobre a emissão de capital híbrido? Queremos saber a tua opinião! Não hesites em comentar e, se gostaste do artigo, partilha e dá um “like/gosto”. Ajuda-nos a divulgar o pioneirismo do BAD no desenvolvimento sustentável!

 

Ver Também:

BAD nomeia Ousmane Fall como Diretor ONS

O BAD e a importância dos PALOP em África

Imagem: © DR 
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!