18.3 C
Londres
Domingo, Julho 21, 2024

BAD nomeia Ousmane Fall como Diretor ONS

Antes de se juntar ao Banco Africano de Desenvolvimento, Fall foi banqueiro de investimento na Divisão de Finanças Estruturadas do Société Générale em Paris.

BAD nomeia Ousmane Fall como Diretor ONS.

O Grupo Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) nomeou Ousmane Fall, de nacionalidade senegalesa, como Diretor de Operações Não Soberanas e do Setor Privado, com efeitos a partir de 1 de Agosto de 2023.

Fall assume este novo cargo com 17 anos de experiência. Passou os últimos quatro anos na Corporação Financeira Internacional (IFC), onde proporcionou liderança estratégica no planeamento nacional e no diálogo ministerial sobre infraestruturas africanas.

 

O Percurso De Ousmane Fall no BAD

Na IFC, Fall cobriu vários setores, nomeadamente água, resíduos e saneamento; transportes e energia; logística; e telecomunicações. Também supervisionou a criação da Plataforma de Financiamento Municipal para a África Subsariana.

Fall desenvolveu e executou o primeiro investimento em títulos garantidos por ativos para o acesso à energia em África, bem como os primeiros investimentos do setor privado em energia hidroelétrica e solar no Gabão e no Benim.

Outros projetos pioneiros foram uma estratégia de conversão de gás em energia para o governo senegalês e a primeira estratégia de financiamento municipal para as cidades de Dacar, Cotonou, Abidjan e Duala.

Também liderou esforços de desenvolvimento de negócios em toda a África, construindo fortes relações com clientes do setor privado, governos centrais e locais, cidades e entidades soberanas selecionadas no terreno.

Fall trabalhou anteriormente no Grupo Banco Africano de Desenvolvimento durante 10 anos. Ocupou vários cargos, incluindo o de diretor interino da Divisão de Apoio à Estratégia e às Transações e o de responsável pela Divisão de Infraestruturas Não Soberanas, prestando serviços de consultoria essenciais e apoio às transações dos departamentos para a criação do departamento de Operações Não Soberanas.

Supervisionou os responsáveis pelos projetos em áreas como a conceção de operações de dívida e de garantia, a avaliação da capacidade de financiamento dos projetos, a estruturação do capital, o reforço do crédito dos projetos, a alavancagem financeira e a modelação financeira.

Comentando a sua nomeação, Fall afirmou:

“Sinto-me honrado e grato pelo facto de o Presidente Adesina me ter nomeado para este cargo. Estou ansioso por trabalhar sob a sua liderança para servir a principal instituição financeira do continente na sua ambiciosa visão de transformar o continente africano através do setor privado”.

 

O Percurso De Ousmane Fall No Sector Privado

Também liderou a gestão de conhecimentos e a formação em operações não soberanas. Estabeleceu módulos de operações não soberanas sobre financiamento de projetos, empréstimos a empresas, modelação financeira, assistência técnica, gestão de relações com clientes e investimentos de capital.

Fall foi um funcionário de investimento bem-sucedido, realizando transações de referência no setor privado no Banco.

Possui um vasto conhecimento dos mercados africanos de dívida e de ações, produtos de garantia, derivados e instrumentos de melhoria do crédito. Fall liderou a execução das primeiras transações de operações não soberanas do Grupo Banco Africano de Desenvolvimento nos setores da agricultura, saúde e educação, e os primeiros projetos de dragagem portuária e de conversão de gás em energia.

 Trabalhou também no Departamento do Setor Público do Banco, onde participou em projetos solares em Marrocos, projetos hidrelétricos na República Democrática do Congo, Serra Leoa, Camarões e Guiné, e outros projetos de transmissão energética na Nigéria e na Zâmbia.

Trabalhou também no Departamento de Risco, onde contribuiu para a definição e implementação do Quadro de Adequação de Capital e da Política de Gestão de Riscos do Banco.

Antes de se juntar ao Banco Africano de Desenvolvimento, Fall foi banqueiro de investimento na Divisão de Finanças Estruturadas do Société Générale em Paris.

Fall possui um Mestrado em Finanças pela Escola de Gestão e Negócios INSEEC em França (2005).

O Presidente do Banco Africano de Desenvolvimento, Dr. Akinwumi A. Adesina, afirmou:

“Ousmane tem um historial comprovado de resultados em transações do setor privado. Ele assegurará a eficácia global das operações do Banco no setor privado através da gestão de projetos de operações não soberanas e da gestão da carteira de empresas, bem como do apoio às transações dos departamentos na criação do departamento de operações não soberanas”.

 

Sobre o Grupo Banco Africano de Desenvolvimento

O Grupo Banco Africano de Desenvolvimento é a principal instituição financeira de desenvolvimento em África. Inclui três entidades distintas: o Banco Africano de Desenvolvimento (AfDB), o Fundo Africano de Desenvolvimento (ADF) e o Fundo Fiduciário da Nigéria (NTF).

O BAD está presente no terreno em 41 países africanos, com uma representação externa no Japão, o Banco contribui para o desenvolvimento económico e o progresso social dos seus 54 Estados-membros.

 

O que achas desta nomeação do BAD? Já conhecias o Ousmane Fall? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.
Imagem: © 2023 AfDB
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com