13 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

Papa encoraja o desejo de Paz no Sudão do Sul

“Perguntemo-nos o que significa para nós ser ministros de Deus numa terra marcada pela guerra, ódio, violência e pobreza" – Papa Francisco.

Papa encoraja o desejo de Paz no Sudão do Sul.

Please accept YouTube cookies to play this video. By accepting you will be accessing content from YouTube, a service provided by an external third party.

If you accept this notice, your choice will be saved and the page will refresh.

———————————————————————————————

Aceite os cookies do YouTube para reproduzir este vídeo. Ao aceitar, estará a aceder ao conteúdo do YouTube, um serviço fornecido por terceiros.

Se aceitar, a sua escolha será salva e a página será atualizada.

YouTube privacy policy

 

O Sudão do Sul é a segunda etapa da visita do Papa Francisco ao continente africano. O líder máximo da Igreja Católica tenta dar um novo fôlego ao processo de paz da jovem nação, que se encontra estagnado, pedindo tolerância e perdão.

“Perguntemo-nos o que significa para nós ser ministros de Deus numa terra marcada pela guerra, ódio, violência e pobreza”, disse o Papa.

A visita pretende atrair atenção para o que o Vaticano considera serem conflitos negligenciados e para aumentar a influência da Igreja Católica numa região onde a sua popularidade está a crescer.

 

A visita do Papa

Após chegar ao nesta sexta-feira, 3 de Fevereiro de 2023, ao mais recente país do mundo, na primeira visita papal de sempre, o Papa Francisco passou o sábado a ministrar, primeiro aos dignitários da igreja e depois aos sul-sudaneses que foram forçados pelos combates, inundações e outras crises a abandonar as suas casas.

O Papa procurou neste sábado, 4 de Fevereiro de 2023, consolar o povo sofredor do Sudão do Sul ao abrir o seu primeiro dia inteiro num país assolado por conflitos, pobreza e crises humanitárias, encorajando padres e freiras a servir os seus rebanhos, juntando-se às suas lágrimas.

Nesse esforço, depois de se ter dirigido ao clero na Catedral de Santa Teresa, em Juba, Sul do Sudão, reuniu-se com um grupo de fiéis católicos da cidade de Rumbek, que caminharam durante mais de uma semana para chegarem à capital.

Tolerância e perdão foi, aliás, a mensagem que o Papa também deixou durante a visita dos últimos dias à República Democrática do Congo:

“Sejam testemunhas da misericórdia e da reconciliação no meio da violência desencadeada não só pela exploração de recursos e pelos conflitos étnicos e tribais, mas também e acima de tudo pelo poder obscuro do maligno, o inimigo de Deus e da humanidade”.

Os objectivos

Juntamente com o arcebispo de Cantuária Justin Welby e o chefe presbiteriano da Igreja da Escócia, Francisco procura chamar a atenção mundial para a situação difícil do país.

O Papa Francisco, destacou em particular a situação das mulheres do Sudão do Sul, metade das quais são casadas antes dos 18 anos de idade, que estão sujeitas a uma violência sexual desenfreada e depois enfrentam a maior taxa de mortalidade materna do mundo.

Rico em petróleo e outros recursos naturais, mas assolado por anos de guerra civil e conflito, o Sudão do Sul é um dos países mais pobres do mundo e é responsável pela pior crise de refugiados em África: mais de dois milhões de pessoas fugiram do país e outros dois milhões estão deslocados dentro das suas fronteiras.

“Como podemos exercer o nosso ministério nesta terra, ao longo das margens de um rio banhado em tanto sangue inocente, entre as faces manchadas de lágrimas do povo que nos foi confiado?”

Disse o Papa Francisco na Catedral de Santa Teresa, na capital, Juba.

 

Conclusão

O objectivo da nova visita ecuménica é claro, é o de encorajar os líderes políticos do Sudão do Sul a implementarem o acordo de paz de 2018 que deverá por fim a uma guerra civil que eclodiu após o país, esmagadoramente cristão, ter conquistado a independência ao Sudão, em 2011, um país na sua maioria muçulmano.

 

O que achas desta viagem do Papa Francisco? Será que de facto o Papa vai conseguir trazer a paz a esta região de África? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.
Imagem: © 2023 Vatican Media
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com