19.6 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

São Tomé E Príncipe Entrou Com O Pé Esquerdo

A Tunísia assegurou uma vitória confortável por 4-0 sobre São Tomé e Príncipe.

São Tomé E Príncipe Entrou Com O Pé Esquerdo.

A seleção de São Tomé e Príncipe não começou da melhor forma a qualificação africana para o Mundial 2026. Na visita ao Estádio Olímpico de Rades, na Tunísia, a contar para a jornada inaugural do grupo H, São Tomé foi goleado por 4-0. A diferença de potencial entre as duas equipas foi patente: a Tunísia é a 30.ª do ranking mundial, terceira africana, enquanto São Tomé e Príncipe ocupa a posição 187.

O futebol africano está em efervescência com as emocionantes qualificações para o Mundial da FIFA de 2026 que tem sido palco de intensas emoções e surpresas, com destaque para a vitória crucial do Gana sobre o Madagáscar, graças ao primeiro golo internacional de Inaki Williams nos descontos.

Entretanto, a Costa do Marfim surge como uma potência em ascensão ao demonstrar o seu domínio ao marcar nove golos contra as Seicheles, contando com jogadores da Premier League, como Ibrahim Sangare e Hamed Traore, a brilharnas fileiras marfinenses.

Mas nem tudo foram rosas, com os Camarões a enfrentarem um susto devido à lesão do guarda-redes Andre Onana, do Manchester United, na sua vitória sobre as Ilhas Maurícias. Uma coisa é certa, estes eventos prometem uma fase de qualificações cheia de reviravoltas e momentos emocionantes.

 

Costa do Marfim em Alta

Imagem © 2023 Getty Images (20231118) São Tomé E Príncipe Entrou Com O Pé EsquerdoInaki Williams marcou o seu primeiro golo internacional, garantindo uma vitória preciosa para o Gana sobre Madagáscar em Kumasi. Williams marcou nos descontos, dando ao Gana uma vitória por 1-0 sobre Madagáscar na primeira jornada de qualificações para o Mundial da FIFA de 2026, enquanto a Costa do Marfim marcou nove golos frente às Seicheles.

Outros resultados desta sexta-feira incluíram as vitórias do Mali, Tunísia, Zâmbia e dos Camarões, embora os Camarões tenha sofrido um susto com a lesão do guarda-redes do Manchester United, Andre Onana que saiu lesionado a 10 minutos do fim.

Os jogadores da Premier League Ibrahim Sangare, Simon Adringa e Hamed Traore marcaram para a Costa do Marfim, enquanto Bryan Mbeumo do Brentford e Bertrand Traore do Aston Villa também deixaram a sua marca pelas respetivas seleções nacionais.

 

Gana deixa para a última

Os Black Stars pareciam destinados a serem frustrados em Kumasi, com Melvin Adrien inspirado na baliza malgaxe, até que o avançado do Athletic Bilbao, Williams, cabeceou com força um cruzamento de Gideon Mensah ao minuto 96.

Adrien, que joga na quarta divisão em França, fez defesas para negar Williams, Majeed Ashimeru e o médio do West Ham, Mohammed Kudus, no segundo tempo.

E os ilhéus, 48 posições abaixo dos Black Stars no ranking mundial, até poderiam ter vencido no final, já que El Hadary Raheriniaina chutou por cima e um cabeceamento do capitão Njiva Rakotoharimalala bateu na trave esquerda.

O Gana, orientada por Chris Hughton, participou nas finais de 2022 no Catar e é o segunda cabeça de série no Grupo I, atrás do Mali.

 

Susto com lesão de Onana

Imagem © 2023 Getty Images (20231118) São Tomé E Príncipe Entrou Com O Pé EsquerdoAndre Onana regressou à seleção dos Camarões em Setembro, ajudando os Leões Indomáveis a qualificarem-se para o Campeonato Africano das Nações (CAN).

Os Camarões venceram as Ilhas Maurícias por 3-0 na sua estreia no Grupo D, com o avançado do Brentford, Bryan Mbeumo, a abrir o marcador pouco antes do intervalo.

Os golos de Georges-Kevin N’Koudou e de Frank Magrid selaram a vitória para os Leões Indomáveis.

No entanto, há alguma preocupação com o guarda-redes do Manchester United, Andre Onana que saiu lesionado do jogo aos 81 minutos. Os Camarões vão enfrentar a Líbia na terça-feira.

 

Os Outros Jogos

Imagem © 2023 DR (20231118) São Tomé E Príncipe Entrou Com O Pé EsquerdoA Costa do Marfim dominou as Seicheles por 9-0 no encontro do Grupo F, em Abidjan. Um penálti de Sebastien Haller aos 20 minutos iniciou a goleada, com Ibrahim Sangare, do Nottingham Forest, a marcar quatro minutos depois. Houve dois golos de Karim Konate e Hamed Traore, com Simon Adringa, Seko Fofana e Jean-Philippe Krasso também na lista de marcadores.

no Grupo I, o Mali teve de trabalhar arduamente para a vitória por 3-1 sobre o Chade, garantindo o triunfo com golos de Kamory Doumbia, Youssoufou Niakate e Ibrahima Sissoko.

No Grupo E, o avançado do Leicester City, Patson Daka, marcou dois golos à medida que a Chipolopolo, a selecção da Zâmbia, venceu o Congo por 4-2 no seu primeiro jogo com o ex-avançado do Rangers Fashion Sakala também na lista de marcadores.

O veterano avançado Youssef Msakni esteve entre os golos enquanto a Tunísia assegurou uma vitória confortável por 4-0 sobre São Tomé e Príncipe no início da sua campanha no Grupo H. Seydouba Cisse marcou para a Guiné no quinto minuto do tempo de compensação, garantindo à Syli National uma vitória em casa por 2-1 sobre o Uganda.

No Grupo G em Berkane, o Marrocos, coloca os africanos ocidentais empatados em três pontos com a Argélia e com Moçambique.

A Líbia iniciou a sua campanha no Grupo D com uma vitória por 1-0 fora, contra o Eswatini, com o jogo realizado em Nelspruit, na África do Sul e no Grupo I, as Comores venceram a República Centro-Africana por 4-2 em Moroni.

No Grupo H, Malawi estreou-se com uma vitória por 1-0 fora contra a Libéria e o Burkina Fasso deu a volta para empatar 1-1 com a Guiné-Bissau no seu primeiro jogo no Grupo A, graças a um golo de empate de Bertrand Traore do Aston Villa.

 

As Qualificações

Dezassete nações africanas foram obrigadas a jogar as suas eliminatórias em campos neutros, ou porque não têm estádios de padrão internacional ou por razões de segurança.

Há mais três jogos da primeira volta no sábado, com os campeões africanos o Senegal a jogar em casa contra o Sudão do Sul. Antes disso, a África do Sul receberá o Benim e o Níger enfrentará a Tanzânia.

África tem garantidas nove vagas para as finais de 2026 no Canadá, México e Estados Unidos, com todos os vencedores dos grupos a garantirem um lugar no campeonato.

Os Resultados:

Burkina Fasso 1-1 Guiné-Bissau (Grupo A)

Camarões 3-0 Ilhas Maurícias (Grupo D)

Eswatini 0-1 Líbia (Grupo D)

Zâmbia 4-2 Congo Brazzaville (Grupo E)

Guiné Conacri 2-1 Uganda (Grupo G)

Costa do Marfim 9-0 Seicheles (Grupo F)

Libéria 0-1 Malawi (Grupo H)

Tunísia 4-0 São Tomé e Príncipe (Grupo H)

Comores 4-2 República Centro-Africana (Grupo I)

Gana 1-0 Madagáscar (Grupo I)

Mali 3-1 Chade (Grupo I)

 

Conclusão

À medida que os ecos dos golos ressoam nos campos africanos, a Costa do Marfim demonstra um poder ofensivo avassalador, liderando o Grupo F com autoridade. No entanto, as preocupações com a lesão de Andre Onana destacam a imprevisibilidade e a fragilidade do desporto.

Enquanto o Gana deixou para a última a sua vitória dramática, outras seleções como o Mali e Zâmbia mostram a sua força e determinação no seu percurso para o Mundial.

Com um olhar atento sobre as próximas fases, o futebol africano está destinado a oferecer mais emoções, surpresas e, possivelmente, futuras estrelas a brilhar nos palcos internacionais.

 

Achas que São Tomé e Príncipe terá alguma chance nas qualificações para o Mundial 2026? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Imagem: © 2023 Mohamed Messara
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com