18.9 C
Londres
Sexta-feira, Junho 21, 2024

Paz/Segurança: CEDEAO-Egipto Exploram Cooperação

O Comissário Musa afirmou que a operacionalização da Força Anti-terrorista da CEDEAO é um dos domínios em que a cooperação é necessária.

Paz/Segurança: CEDEAO-Egipto Exploram Cooperação


O Embaixador do Egipto na Nigéria e na CEDEAO, S.E. Mohamed Fouad, fez uma visita de cortesia ao Comissário da Comissão da CEDEAO para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança, Dr. Abdel-Fatau Musa.

A Comissão da CEDEAO e a República Árabe do Egipto, estão a explorar a possibilidade de uma maior cooperação em matéria de paz e segurança, com vista a tornar a África Ocidental uma região mais segura e estável no continente.

Este facto veio à tona quando o Embaixador do Egipto na Nigéria e na CEDEAO, S.E. Mohamed Fouad, fez uma visita de cortesia ao Comissário da Comissão da CEDEAO para os Assuntos Políticos, Paz e Segurança, Dr. Abdel-Fatau Musa, a 16 de Maio de 2024, em Abuja, na Nigéria.

 

Cooperação Necessária


O Comissário Musa afirmou que a operacionalização da Força Anti-terrorista da CEDEAO é um dos domínios em que a cooperação é necessária.

O Comissário deu a entender que estão em curso planos para convocar uma cimeira especial sobre o futuro da integração regional, mesmo quando a organização regional está a trabalhar arduamente para garantir que os interesses geo-políticos acrescidos na região não conduzam as guerras por procuração.

Afirmando que a CEDEAO tem muito a aprender com o Egipto em matéria de consolidação da paz regional, o Comissário revelou que a CEDEAO se opunha à ideia de retirada dos Estados Membros da Comunidade porque tais acções eram contrárias ao princípio da integração e do pan-africanismo.

 

Desafios e Apoio


Em particular, o Comissário salientou que a Comissão da CEDEAO estava expectante para ver como o Egipto pode;

“apoiar o impacto da dinâmica dos actuais acontecimentos na Líbia de forma a garantir a segurança do Sahel, tendo agora sido estabelecido que o Sahel está a definir o nosso ambiente de paz e segurança hoje”.

Em resposta, o Embaixador Fouad reconheceu a CEDEAO como a comunidade económica regional mais bem sucedida do continente e observou que, embora o Egipto não esteja na África Ocidental, está consciente da proximidade das zonas fronteiriças da região e do Magrebe.

Sublinhou ainda, que o Egipto está muito disposto a adotar uma abordagem holística para resolver as questões do terrorismo, dos crimes transfronteiriços, da insegurança e das insurreições.

O Presidente afirmou que a cooperação entre o Egipto e a CEDEAO decorre da compreensão mútua e das necessidades partilhadas em matéria de reforço das capacidades e de intercâmbio de informações, tendo ambas as partes manifestado o seu otimismo quanto ao facto de as experiências do Egipto poderem ser muito valiosas para os esforços regionais de manutenção da paz, de mediação e de integração da CEDEAO.

 

Conclusão


A cooperação entre a CEDEAO e o Egipto representa um passo significativo para a melhoria da paz e da segurança na África Ocidental. A troca de experiências e o reforço das capacidades mútua são essenciais para enfrentar os desafios regionais como o terrorismo e a insegurança.

A vontade do Egipto em adotar uma abordagem holística e a abertura da CEDEAO para aprender e integrar novas estratégias reforçam a promessa de uma região mais segura e estável. A continuidade dessa colaboração será crucial para o sucesso dos esforços de paz e integração regional.

 

Achas que a CEDEAO está no caminho certo? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 


Imagem: © 2024 CEDEAO
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com