4.6 C
Londres
Segunda-feira, Abril 22, 2024

Jogadores da BAL Competem no Mundial FIBA

Quatro dos cinco países africanos recordistas do Campeonato do Mundo da FIBA de 2023 participaram nas três primeiras épocas da BAL com os respetivos campeões nacionais.

Jogadores da BAL Competem no Mundial FIBA.

A Basketball Africa League (BAL) emergiu como uma plataforma crucial para jogadores africanos exibirem o seu talento e tem desempenhado um papel significativo no panorama desportivo internacional, isso permitiu que 17 jogadores com experiência na BAL estejam a competir no Campeonato do Mundo de Basquetebol da International Basketball Association (FIBA) em 2023.

Please accept YouTube cookies to play this video. By accepting you will be accessing content from YouTube, a service provided by an external third party.

If you accept this notice, your choice will be saved and the page will refresh.

———————————————————————————————

Aceite os cookies do YouTube para reproduzir este vídeo. Ao aceitar, estará a aceder ao conteúdo do YouTube, um serviço fornecido por terceiros.

Se aceitar, a sua escolha será salva e a página será atualizada.

YouTube privacy policy

 

Esta fusão entre as ligas BAL e FIBA demonstra a crescente influência do basquetebol africano e o impacto da competição na formação de jogadores de elite. Esta colaboração está a moldar a paisagem desportiva, destacando a evolução dos jogadores, as nações líderes e a ligação entre diferentes competições.

 

Jogadores da BAL a Nível Mundial

Imagem © 2023 FIBA (20230828) Jogadores da BAL Competem no Mundial FIBAOnze dos 17 jogadores com experiência na Basketball Africa League, presentes nos plantéis das seleções nacionais, participaram ativamente na época de 2023. Adicionalmente, quatro dos cinco países africanos líderes no Campeonato Mundial FIBA de 2023 fizeram parte das três primeiras temporadas da BAL, juntamente com os seus campeões nacionais.

A sinergia entre a BAL e o panorama global fica ainda mais evidente ao observarmos que seis das 32 equipas participantes no torneio contam com pelo menos um jogador que acumulou experiência na liga.

17 jogadores oriundos de seis países que desempenharam papéis cruciais nas três primeiras temporadas da Basketball Africa League (BAL) garantiram um lugar nas seleções nacionais para participar no Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA de 2023 que está a decorrer nas Filipinas, Japão e Indonésia.

Durante o evento que se iniciou a 25 de Agosto e termina a 10 de Setembro, seis das 32 equipas participantes – incluindo as seleções de Angola, Costa do Marfim, Egito, Cabo Verde e Sudão do Sul – beneficiam da presença de jogadores que brilharam na BAL. Esta interligação torna-se ainda mais notável quando percebemos que onze dos 17 jogadores da BAL, presentes nos plantéis das seleções nacionais, competiram na emocionante época de 2023 da liga que terminou em Maio.

Além disso, quatro dos cinco países africanos que se destacaram no Campeonato Mundial FIBA de 2023 – Angola, Costa do Marfim, Egito e Sudão do Sul – enriqueceram a sua trajetória ao participar nas três primeiras temporadas da BAL, acompanhados pelos seus campeões nacionais.

 

Os Resultados, até Agora…

O Campeonato do Mundo de Basquetebol Masculino de 2023 conta com 32 seleções, o maior número de participantes na história, divididas em oito grupos de quatro. Na primeira fase, as equipas enfrentam-se entre si e as duas melhores de cada grupo avançam para a segunda fase, somando os resultados obtidos na primeira.

Nesta fase, serão criados novos grupos. As equipas classificadas jogam mais dois jogos, enfrentando apenas as equipas do outro grupo, e levam consigo os resultados da primeira fase. As duas melhores equipas avançam para os quartos de final.

 

Os Grupos

Grupo A: Angola, República Dominicana, Filipinas e Itália

Grupo B: Sudão do Sul, Sérvia, República Popular da China e Porto Rico

Grupo C: Estados Unidos, Jordânia, Grécia e Nova Zelândia

Grupo D: Egito, México, Montenegro e Lituânia

Grupo E: Alemanha, Finlândia, Austrália e Japão

Grupo F: Eslovénia, Cabo Verde, Geórgia e Venezuela

Grupo G: Brasil, República Islâmica do Irão, Espanha e Costa do Marfim

Grupo H: Canadá, Letónia, França e Líbano

 

Resultados dos Grupos de África

Grupo A:

25 de Agosto – Angola 67 x 81 Itália

27 de Agosto – Filipinas 70 x 80 Angola

Grupo B:

26 de Agosto – Sudão do Sul 96 x 101 Porto Rico

28 de Agosto – República Popular da China 69 x 89 Sudão do Sul

Grupo D:

25 de Agosto – Egito 67 x 93 Lituânia

27 de Agosto – Montenegro 89 x 74 Egito

Grupo F:

26 de Agosto – Cabo Verde 60 x 85 Geórgia

28 de Agosto – Venezuela 75 x 81 Cabo Verde

Grupo G:

26 de Agosto – Espanha 94 x 64 Costa do Marfim

28 de Agosto – Costa do Marfim 71 x 69 República Islâmica do Irão

 

Plataforma Inovadora

Como novidade este ano, a aplicação da NBA e o site NBA.com vão incluir a plataforma digital da FIBA, “Courtside 1891”, permitindo aos adeptos de 20 países e territórios, incluindo Angola, Cabo Verde e Costa do Marfim, comprar o passe para o Campeonato do Mundo da FIBA e assistir ao Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA de 2023.

O passe para o Campeonato do Mundo da FIBA da Courtside 1891 disponibiliza aos adeptos acesso a jogos em direto e mediante pedido, bem como a destaques alargados e às melhores jogadas.

O passe para o Campeonato do Mundo da FIBA da Courtside 1891 está disponível para compra AQUI e o calendário completo dos jogos está disponível AQUI. Para obteres informações completas sobre a transmissão do Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA de 2023 clica AQUI.

 

Estatísticas da BAL

Imagem © 2023 FIBA (20230828) Jogadores da BAL Competem no Mundial FIBAOutras estatísticas e histórias da Basketball Africa League, da NBA Academy Africa e da Basketball Without Borders (BWB) Africa para o Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA 2023 incluem:

  • Anunwa “Nuni” Omot, Jogador Mais Valioso (MVP) da BAL 2023, levou o Al Ahly (Egito) ao Campeonato BAL 2023, depois de ter ajudado o seu país natal, o Sudão do Sul, a qualificar-se para a primeira participação do país no Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA. Durante a época de 2023 da BAL, Omot registou médias por jogo de 18,9 pontos, 3,5 ressaltos e 2,1 assistências. Comandou o Sudão do Sul em termos de pontuação durante as eliminatórias, com uma média de 15,1 pontos por jogo.
  • Khaman Maluach, do Sudão do Sul, um poste de 2,21 m da NBA Academy Africa, é apenas o terceiro jovem de 16 anos a fazer parte da lista de convocados da seleção principal do Campeonato do Mundo da FIBA. Maluach tornou-se o jogador mais jovem a participar na BAL quando jogou pelo Cobra Sport em 2022, no âmbito do Programa BAL Elevate antes de regressar à liga em 2023 e ajudar o AS Douanes (Senegal) a chegar às finais da BAL.
  • Maluach é o primeiro estudante-atleta da Academia de NBA a competir no Campeonato do Mundo de Basquete da FIBA.
  • Souleyaman Diabate, da Costa do Marfim, que está a disputar a sua terceira participação no Campeonato do Mundo, é um dos dois jogadores bicampeões da BAL. Diabate venceu as finais inaugurais da BAL em 2021 com o Zamalek (Egito) e as finais da BAL de 2022 com o US Monastir (Tunísia).
  • Os angolanos Childe Dundão, Gerson Domingos e Gerson Gonçalves participaram nas três épocas da BAL como membros do campeão nacional angolano Petro de Luanda. Dundão foi nomeado para os melhores defesas da BAL de 2023 pelo segundo ano consecutivo. Em 2016, Dundão ajudou Angola a vencer o Campeonato Africano de Sub-18 da FIBA e, durante as eliminatórias, Comandou Angola com máximos de 12,1 pontos e 3,6 assistências por jogo, registando o melhor registo do torneio com 3,3 roubos de bola por jogo. Domingos, que se estreou no Campeonato do Mundo em 2019, é um antigo jogador da BWB Africa e ganhou o título de MVP do Campeonato Africano de Sub-18 da FIBA de 2014.
  • O egípcio Ehab Amin, um dos jogadores mais bem-sucedidos da história do basquetebol egípcio, ajudou o Al Ahly a vencer as finais da BAL de 2023 com médias por jogo de 12,7 pontos e 3,9 assistências. Amin teve uma média de 14,5 pontos por jogo durante as eliminatórias. Anteriormente, conduziu o Egito a vitórias nos Campeonatos Africanos de Sub-16 e Sub-18 da FIBA em 2011 e 2012, respetivamente, e foi nomeado MVP de ambos os torneios.
  • O egípcio Anas Osama Mahmoud venceu as finais do BAL 2021 com o Zamalek e foi também nomeado Melhor Defesa do Ano do BAL Dikembe Mutombo 2021. Mahmoud teve uma média de 9,9 pontos e 6,6 ressaltos por jogo durante as eliminatórias.
  • Os cabo-verdianos Joel Almeida e Anderson Correia, que jogaram ambos na época de 2022 da BAL, conduziram Cabo Verde à sua primeira participação no Campeonato do Mundo. Almeida chegou às meias-finais da época de 2022 da BAL com o Forces Armées et Police Basketball (Camarões), com uma média de 12,6 pontos por jogo. Correia chegou à final com o Petro de Luanda.
  • Gerson Domingos, de Angola, Omar Tarek, do Egito, e Khaman Maluach, do Sudão do Sul, são os antigos jogadores africanos do Basketball Without Borders (BWB) que competem no Campeonato do Mundo. Domingos foi o MVP em 2013. Maluach foi nomeado o Jogador Mais Valioso (MVP) da Kim Bohuny BWB Africa 2023.

Um total de 80 equipas nacionais de quatro regiões – África, Américas, Europa e Ásia (que inclui a Oceania) – competiram nas eliminatórias do Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA de 2023.

 

Os 17 Jogadores da BAL

Lista completa dos 17 jogadores com experiência na Basketball Africa League nos plantéis do Campeonato do Mundo de Basquetebol da FIBA de 2023*:

Selecção nacional Nome Experiência BAL
Angola Gerson Domingos 2021-2023 (Petro de Luanda)
Angola Childe Dundao 2021-2023 (Petro de Luanda)
Angola Gerson Lukeny Gonçalves 2021-2023 (Petro de Luanda)
Angola Leonel Paulo 2021-2022 (Petro de Luanda)
Cabo Verde Joel Almeida 2022 (Forces Armées et Police Basketball)
Cabo Verde Anderson Correia 2022 (Petro de Luanda)
Costa do Marfim Souleyman Diabate 2021 (Zamalek), 2022 (US Monastir), 2023 (Petro de Luanda)
Costa do Marfim Mike Fofana 2023 (Abidjan Basket Club)
Egito Amr Sherif El Gendy 2023 (Al Ahly)
Egito Omar Hesham Hussein 2021-2022 (Zamalek)
Egito Anas Osama Mahmoud 2021-2022 (Zamalek)
Egito Omar Tarek Oraby 2023 (Al Ahly)
Egito Ehab Amin 2023 (Al Ahly)
Egito Amr Ibrahim Zahran 2023 (Al Ahly)
Líbano Wael Arakji 2021 (US Monastir)
Sudão do Sul Khaman Maluach 2022 (Cobra Sport via BAL Elevate) e 2023 (AS Douanes via BAL Elevate)
Sudão do Sul Anunwa “Nuni” Omot 2023 (Al Ahly)

*A partir de 24 de agosto de 2023 (todas as listas estão sujeitas a alterações)

 

Sobre a BAL

A Basketball Africa League, uma parceria entre a Federação Internacional de Basquetebol (FIBA) e a NBA, é uma liga profissional que conta com 12 equipas de toda a África que completaram a sua terceira época em Maio de 2023.

Sediada em Dakar, no Senegal, a BAL baseia-se em competições de clubes organizadas pela FIBA África em todo o continente e assinala a primeira colaboração da NBA para operar uma liga fora da América do Norte. Os fãs podem seguir a BAL @theBAL no Facebook, Instagram, Twitter e YouTube e registar o seu interesse em receber mais informações em BAL.NBA.com.

 

Conclusão

O Campeonato Mundial FIBA de 2023 testemunha a presença notável de 17 jogadores enriquecidos pela experiência na Basketball Africa League. Esta fusão de talento reflete a força crescente do basquetebol africano, enquanto esses jogadores, vindos de países como Angola, Costa do Marfim e Egito, elevam as suas seleções nacionais com a sua destreza.

A interligação entre a BAL e o panorama global do basquetebol ressoa por todo o torneio, solidificando ainda mais o papel vital da liga na promoção do talento africano a nível mundial.

Nesta competição internacional, a presença dos jogadores da BAL marca uma evolução constante no panorama desportivo africano. À medida que esses atletas unem as suas experiências da BAL com os palcos do Campeonato Mundial da FIBA, as fronteiras do potencial desportivo africano expandem-se, inspirando os entusiastas do basquetebol e as futuras gerações de jogadores em todo o continente.

 

O que achas da situação destes jogadores? Costumas seguir a BAL? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.

 

Imagem: © 2023 FIBA
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!