15.5 C
Londres
Domingo, Maio 26, 2024

Nigeriano enganou os EUA em US$ 31 milhões

Chidozie Collins Obasi, foi indiciado por uma acusação de conspiração para cometer fraude postal e eletrónica.

Nigeriano enganou os EUA em US$ 31 milhões.

Um nigeriano de 29 anos está a ser procurado pelos EUA por defraudar vários cidadãos e empresas norte-americanas e, em particular o Estado de Nova York, em aproximadamente 31 milhões de dólares.

Em uma declaração divulgada pelo Gabinete do Procurador dos EUA, do Distrito Leste da Pensilvânia, Chidozie Collins Obasi, foi indiciado por uma acusação de conspiração para cometer fraude postal e eletrónica.

A declaração diz ainda que Collins também enfrenta seis acusações de fraude postal e 16 acusações de fraude eletrónica, de um esquema de fraude complicado e em evolução que inicialmente visava americanos, por meio de uma campanha de e-mail que oferecia “trabalho legitimo em casa”, durante a pandemia do COVID19.

O acusado também visou hospitais e sistemas médicos dos EUA, oferecendo ventiladores inexistentes, à venda a partir de Março de 2020. Finalmente voltou a sua atenção para o uso das informações de identidade roubadas de cidadãos americanos, para solicitar e obter Economic Injury Disaster Loans (EID Loans) em Junho de 2020.

Aparentemente, Collins não estará sozinho nesta operação. Segundo o comunicado, ele teria aliados no Canadá, mas será o responsável e coordenava a atividade fraudulenta a partir da Nigéria.

“Com a ajuda de coconspiradores no Canadá e em outros lugares, o réu e os seus coconspiradores terão obtido mais de US$ 31.000.000 através deste esquema de fraude multifacetado”.

“A esmagadora maioria desse dinheiro, mais de US$ 30 milhões, foram obtidos no Estado de Nova York, para a suposta compra de ventiladores”.

Lê-se no comunicado do FBI.

Ainda de acordo com o comunicado do Gabinete do Procurador dos EUA, o FBI está à procura de Collins Obasi que se for apanhado e condenado, enfrentará uma sentença de até, uns ridículos, 621 anos de prisão e uma multa de US $ 5.750.000. E, segundo o comunicado, também será obrigado a restituir integralmente os mais de US$ 31 milhões que obteve com a fraude.

 

O que achas disto? Consegues acreditar que um africano enganou o “poderoso EUA” tão facilmente? Queremos saber a tua opinião, não hesites em comentar e se gostaste do artigo partilha e dá um “like/gosto”.
Imagem: © 2022 FBI 
Logo Mais Afrika 544
Mais Afrika

Ultimas Notícias
Noticias Relacionadas

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

Captcha verification failed!
Falha na pontuação do usuário captcha. Por favor, entre em contato conosco!

Social Media Auto Publish Powered By : XYZScripts.com